300 dias para a Copa: arenas do Mundial receberam nove dos dez maiores públicos da Série A

16/08/2013 - 01:52
O recorde do torneio foi na partida entre Santos x Flamengo, com 63.501 espectadores. Média de torcedores por partida nos estádios da Copa é quase três vezes maior que nos demais

A 300 dias da Copa do Mundo de 2014, um legado da organização do evento já pode ser vislumbrado. Nas 13 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A – um terço da disputa – nove dos dez maiores públicos foram registrados em arenas construídas para receber jogos do Mundial. O Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, detém as três melhores marcas. O recorde do torneio foi na partida entre Santos x Flamengo, com 63.501 espectadores.

O jogo com maior número de torcedores fora dos estádios que receberão partidas da Copa foi o clássico entre Grêmio e Internacional, na nova Arena do Grêmio, que recebeu 37.434, o sétimo melhor na listagem. Já o confronto com maior público fora dos palcos recém inaugurados – a nova casa do tricolor gaúcho foi aberta em dezembro de 2012 e provavelmente será usada como Campo Oficial de Treinamento (COT) na Copa – aparece apenas na 11ª posição da lista. O duelo entre Corinthians x São Paulo, no Pacaembu, localizado na capital paulista, teve um público total de 33.336 pessoas.

Para o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, os números são um bom indício do que pode ocorrer com a modernização da infraestrutura esportiva dos estádios. “Essa é uma tendência das novas arenas construídas para a Copa do Mundo e dos novos estádios, como o do Grêmio, o do Palmeiras, de que aumente a média de público das competições brasileiras, o que é compatível com a infraestrutura e o conforto que essas novas arenas oferecem”.

A média de público do Campeonato Brasileiro da Série A, até a 13ª rodada, é melhor que a da edição anterior do torneio. Neste ano são 14.863 espectadores por jogo, contra 12.971 pessoas por partida em 2012. Considerando a média apenas das arenas da Copa que receberam jogos da primeira divisão – Mineirão (Belo Horizonte), Estádio Nacional Mané Garrincha (Brasília), Arena Pernambuco (Recife), Maracanã (Rio de Janeiro) e Fonte Nova (Salvador) – o número salta para 29.926 torcedores por jogo, quase três vezes mais que nos demais estádios, com média de 10.975.

O palco de Brasília para a Copa do Mundo recebeu seis partidas do Brasileirão até a 13ª rodada, registrando a melhor média das novas arenas: 41.293 torcedores por jogo. “Em Brasília, cuja arena era apontada como um dos elefantes brancos, tudo indica que o elefante é de ouro e a arena pode receber outros eventos que não o futebol, o que antes não seria possível na capital”, afirma Aldo Rebelo. Depois do Estádio Nacional Mané Garrincha, as melhores médias são do Maracanã, com 37.879 espectadores em seis confrontos, e do Mineirão, com 25.964 pessoas, em média, nos quatro duelos disputados na arena.

Método

O levantamento do Portal da Copa considerou o público total de 117 jogos disputados até a 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A de 2013. Os dados foram retirados dos borderôs das partidas, disponíveis no site da CBF. A entidade confirmou que os números utilizados se referem ao total de torcedores presentes nas arenas.

O cálculo não levou em conta os confrontos entre Náutico x Atlético Mineiro, na Arena Pernambuco, e Botafogo x Vitória, no Maracanã, além dos seguintes jogos, disputados fora das arenas da Copa: Botafogo x Cruzeiro; Santos x Grêmio; Atlético Paranaense x Flamengo; Vitória x Vasco; Goiás x Coritiba e Goiás x Vasco, porque os dados consolidados não estavam disponíveis no site da CBF até esta quinta-feira (15.08).

A Arena Castelão, em Fortaleza, que receberá seis partidas da Copa, não foi considerada porque não recebeu jogos do Campeonato Brasileiro da série A deste ano.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+