Aeromovel passa a operar em tempo integral a partir desta quinta-feira

30/04/2014 - 16:20
Linha estará disponível aos usuários todos os dias de 5h às 23h20, o mesmo horário de funcionamento do metrô de Porto Alegre

Marco Prass/Trensurb#

O Aeromovel terá o horário de operação ampliado em Porto Alegre para a conexão metrô-aeroporto a partir desta quinta-feira (01.05). Antes operando das 6h30 às 16h, apenas em dias úteis, para possibilitar a realização de testes e ajustes, a linha passará a funcionar durante o mesmo horário das estações do metrô, das 5h às 23h20, todos os dias.

Em 7 de maio, começa a cobrança de passagens no terminal localizado junto ao Aeroporto Salgado Filho. O valor é R$1,70, o mesmo da passagem do metrô, e dá direito ao uso da rede metroviária sem nova cobrança. Quem já está dentro do sistema metroviário e embarca no Aeromovel na estação Aeroporto também não precisará pagar passagem adicional.

Nos dias úteis, o intervalo entre partidas em cada um dos terminais é de 10 minutos. Aos sábados, os intervalos variam entre 10 (das 7h às 20h30) e 15 minutos (das 5h às 7h e a partir das 20h30). Nos domingos e feriados, as partidas acontecem a cada 15 minutos.

O Aeromovel

O projeto da primeira linha da tecnologia Aeromovel em operação comercial no Brasil foi totalmente desenvolvido no país, com tecnologia 100% nacional, de baixo custo de implantação e operacional, além de reduzido impacto ambiental.

Funcionando alternadamente conforme a demanda, os dois veículos suspensos (um com capacidade para 150 passageiros e outro para 300), movidos por propulsão pneumática, permitem integração e acesso rápido e direto dos usuários do metrô ao terminal aeroportuário. O trajeto de 814 metros, com duas estações de embarque, é percorrido em dois minutos. Desde o início da circulação experimental, em agosto de 2013, mais de 300 mil pessoas já foram transportadas em mais de 14 mil viagens.

Fonte: Trensurb
 

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Governo do DF divulgou balanço de ações para a Copa do Mundo. Investimentos em segurança, turismo, mobilidade urbana e aeroporto ficam para a cidade
+