Agenda de proteção a crianças e adolescentes durante a Copa é assinada em Curitiba

26/02/2014 - 12:20
Selecionados no Programa Brasil Voluntário receberão treinamento para tratar da defesa dos direitos deste público específico

Divulgação Prefeitura de Curitiba#Prefeitura de Curitiba, governo do Paraná e governo federal assinaram nesta terça-feira (25.02) um protocolo de ações integradas para o enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo. A chamada Agenda de Convergência é uma ação da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em parceria com outras entidades para atuar na previsão de um conjunto de ações de combate à violação dos direitos da criança e do adolescente durante os grandes eventos nacionais.

Na reunião, foi formado o Comitê de Proteção Integral para a articulação de projetos e ações de garantia dos direitos das crianças e adolescentes composto por 33 técnicos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. “A Agenda de Convergência é um conjunto de ações integradas de todos os poderes. São propostas que repercutem de forma importante na rede de proteção à infância e à adolescência. Este é o grande legado que queremos deixar: a proteção integral de nossas crianças e adolescentes”, afirmou a secretária nacional de Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes, Angélica Goulart.

A vice-prefeita de Curitiba e secretária do trabalho e emprego, Mirian Gonçalves, ressalta que na prefeitura como um todo a proteção à criança e ao adolescente é uma prioridade. Ela também destaca que para a Copa do Mundo, os voluntários do Programa Brasil Voluntário receberão treinamento para tratar da defesa dos direitos da criança e do adolescente. “Este é um momento de lembrar à sociedade deste compromisso. A Copa será um momento ímpar para deixarmos o legado imaterial de trazermos um turismo saudável para Curitiba”, disse.

“Desde que assumimos essa gestão uma de nossas grandes preocupações sempre foi a proteção de crianças e adolescentes. Por isso em 18 de maio do ano passado firmamos um pacto pela intensificação das ações de proteção e, recentemente, criamos uma campanha de notificação e prevenção de situações de abuso e exploração de crianças e jovens durante o Carnaval e outros grandes eventos”, disse a presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Marcia Oleskovicz Fruet.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+