Consultores internacionais discutem Segurança para a Copa no Amazonas

23/08/2012 - 10:42
Consultores representam empresa contratada pelo Governo Federal para elaborar os planos e protocolos integrados de Segurança Pública e Defesa Civil

A Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para Grandes Eventos do Amazonas (Coesge) recebe, a partir das 8h30 desta quinta (23.08), no auditório da Polícia Federal, representantes da empresa KPMG, especializada em consultoria internacional de Segurança, para discutir a preparação para a Copa do Mundo.

A empresa foi contratada pelo Governo Federal para realizar estudos em todas as sedes da Copa e, com base em análise e avaliação de riscos, desenvolver os planos e protocolos integrados de Segurança Pública e de Defesa Civil a serem implementados para o Mundial. A empresa tem experiência em grandes eventos mundiais, como os jogos olímpicos de Londres.

Estarão presentes na reunião os 28 órgãos que compõem a Comissão, inclusive a Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA), a Secretaria de Estado de Segurança Pública e a Polícia Federal. Os consultores se reunirão com representantes dos governos estadual, municipal e federal durante três dias (23, 24 e 27) para tratar sobre vários assuntos relacionados à Segurança Pública, como imigração, portos, aeroportos, operações especiais e outros.

A Coesge foi criada pelo Ministério da Justiça para coordenar a integração entre os órgãos de Segurança no Estado e elaborar o Plano de Segurança Pública para o Mundial.

Fonte: Governo do Amazonas

Notícias Relacionadas

Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+
De acordo com o levantado, realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, a maioria é homem (76,2%), tem ensino superior completo (55,3%), idade entre 25 a 34 anos (40,3%) e renda familiar (28,6%) que oscila entre R$ 3.621 e R$ 7.240
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+