Área de segurança aproveita jogos em arenas da Copa para simulações

02/04/2014 - 22:05
Acesso de torcedores, monitoramento de multidões e escolta de delegações e autoridades estão entre as áreas que passarão por avaliações

Os primeiros jogos nas arenas de Cuiabá, Manaus e Porto Alegre, além dos eventos-testes oficiais, serão usados pelas forças de segurança para testar equipamentos, procedimentos e tecnologias que serão utilizadas durante a Copa do Mundo. Jogos pelas finais de campeonatos regionais, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro servirão como simulações.

Nesta quarta-feira, o jogo entre Mixto e Santos, em Cuiabá, pela Copa do Brasil, será um dos palcos utilizados. Para a partida, o acesso ao estádio é restrito a torcedores e a moradores do bairro e veículos cadastrados, respeitando um perímetro de segurança de segurança nos moldes do que será utilizado na Copa. O deslocamento das delegações e autoridades também respeitou o planejamento para os dias de jogos do Mundial.

Foto: Sesge#Unidade móvel de comando e controle em Cuiabá: um dos legados para o estado em segurança

Equipamentos adquiridos pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM) e a Plataforma de Observação Elevada, serão utilizados. Caminhões adaptados e equipados com sistemas de comunicações, videomonitoramento e plataforma integrada de inteligência para gestão de eventos já estão em uso permanente nos estados e fazem parte do legado dos Grandes Eventos.

Nesta quinta-feira, o evento-teste em Manaus também será aproveitado. A Arena da Amazônia recebe a partida Resende e Vasco pela Copa do Brasil. Será avaliado o funcionamento dos setores de que serão operados nos moldes da Copa do Mundo.

Fonte: Sesge

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Capital do Mato Grosso contou com a atuação de 357 voluntários, em locais como aeroporto, rodoviária, Arena Cultural, entorno da Arena Pantanal, FIFA Fan Fest e Centro Aberto de Mídia
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+