Audiência de jogo dos EUA na Copa supera média da NBA e do beisebol no país

24/06/2014 - 19:38
Partida entre norte-americanos e portugueses teve quase 25 milhões de telespectadores. Média de público nas arenas brasileiras supera a marca de 51 mil pessoas por jogo, enquanto Fan Fests já atraíram 2,5 milhões de torcedores

Não é somente dentro das 12 arenas da Copa do Mundo que a competição alcança resultados expressivos de público - a média antes dos confrontos desta terça-feira (24.06) era de 51.165 pessoas nas 36 partidas disputadas. As Fan Fests já reuniram 2,5 milhões de torcedores, que assistiram aos jogos nas estruturas montadas nas cidades-sede, e a expectativa em relação à audiência televisiva é a de quebra de recordes. Um deles já foi superado na partida entre EUA 2 x 2 Portugal, no domingo (22.06), em Manaus. 24,7 milhões de telespectadores no país norte-americano acompanharam a partida.

O número é maior que a média de audiência das finais da NBA – liga nacional de basquete - e da World Series – de beisebol. O canal ESPN teve 18,2 milhões telespectadores e a Univision, que transmite os jogos em espanhol, atraiu outros 6,5 milhões. Para Niclas Ericson, diretor de TV da FIFA, os números mostram o crescimento da popularidade do futebol nos EUA. “É um divisor de águas, estamos muito felizes”, afirmou na coletiva diária da entidade.

A mesma partida também bateu recordes de audiência em Portugal. Foi a maior audiência da TV portuguesa em dois anos, com 3,7 milhões de telespectadores assistindo à transmissão ao vivo da RTP1. Público maior do que qualquer outro jogo exibido no país durante as Copas do Mundo de 2006 e 2010.

A audiência global dos jogos será divulgada após a decisão da Copa do Mundo, mas os relatórios parciais de algumas partidas têm motivado a FIFA, que espera superar o número de telespectadores do Mundial de 2010. “Estamos confiantes que faremos muito bem quanto ao número total de telespectadores. Foram 3,2 bilhões em 2010 e esperamos que agora possamos ter números maiores, mas não queremos fazer uma previsão”, disse Ericson. A FIFA firmou acordos com mais de 160 detentores de direitos televisivos em todo o mundo, que, segundo a entidade, inclui a transmissão das partidas para todos os países e teritórios do planeta.

Em outros países, recordes também foram anotados:

- França 5 x 2 Suíça: atraiu mais espectadores à TF1 do que qualquer outro programa de TV francês nos últimos sete anos.

- Costa Rica 1 x 0 Itália:  alcançou a maior audiência da TV italiana em dois anos, com as transmissões da RAI 1, Sky Mondiale e RAI Sport.

- Bélgica 1 x 0 Rússia: estabeleceu um novo recorde para a transmissão de futebol na Rússia. O canal Rossiya 1 teve uma audiência de 14,4 milhões de pessoas no jogo. A partida também teve a maior audiência televisiva da história da Bélgica francófona, com a cobertura da RTBF atingindo uma média de 1,5 milhões de pessoas. Foi a segunda vez que o recorde foi quebrado durante a Copa do Mundo de 2014.

- Holanda 2 x 0 Chile:  8,1 milhões de pessoas assistiram ao duelo no canal Ned 1, maior audiência da televisão holandesa para qualquer tipo de programa desde 2010.

- Uruguai 2 x 1 Inglaterra: Uma média de 17,9 milhões de telespectadores no Reino Unido acompanhou a vitória uruguaia ao vivo pela ITV, o que representa a maior audiência de TV da região desde 2012.

- Costa do Marfim 2 x 1 Japão: o jogo atraiu a atenção de 34,1 milhões de telespectadores no país asiático durante a transmissão ao vivo pela NHK. Foi a maior audiência de um evento esportivo na TV este ano.

- França 3 x 0 Honduras: a cobertura ao vivo da primeira partida dos franceses na Copa foi assistida por 15,8 milhões de telespectadores, mais do que qualquer jogo dos Bleus na edição de 2010 do torneio e audiência máxima de esportes do ano na TV francesa.

- Alemanha 4 x 0 Portugal: 26,4 milhões de telespectadores assitiram ao jogo em território alemão ao vivo na ARD.

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+