Brasília: 478 mil no estádio, 351 mil na Fan Fest

14/07/2014 - 15:19
Cidade recebeu sete jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014

A Copa do Mundo foi sucesso de público em Brasília, tanto no Estádio Nacional Mané Garrincha quanto na FIFA Fan Fest. A arena da capital federal recebeu 478.218 pessoas em sete jogos – média de 68,3 mil espectadores por duelo. O Taguaparque, local da Fan Fest, registrou a passagem de 351 mil pessoas em 25 dias de evento, com destaque para as datas das partidas da Seleção Brasileira.

O Mané Garrincha teve o segundo maior público acumulado entre as arenas do Mundial. Ficou atrás apenas do Maracanã, no Rio de Janeiro, que também recebeu sete jogos – número máximo para uma cidade-sede –, mas tem capacidade para 78,8 mil espectadores.

Como o estádio carioca não recebeu a Seleção Brasileira, a arena de Brasília registrou os dois maiores públicos da equipe na competição. Foram 69.112 torcedores na partida contra Camarões, em 23 de junho, e 68.034 na disputa de terceiro lugar com a Holanda, no último sábado (12.07). A vitória sobre os africanos (4 x 1) foi também o centésimo jogo do time canarinho na história dos Copas.

A arena superou ainda a marca histórica de 1 milhão de torcedores desde a reinauguração, em maio de 2013. O jogo entre Brasil e Holanda foi o 50º evento do novo estádio, que já recebeu 1,3 milhão de brasilienses e turistas. Além da Seleção Brasileira, outras 12 equipes da elite do futebol mundial passaram pelo local. França, Holanda, Portugal, Colômbia e a vice-campeã Argentina estão entre os times que jogaram na cidade.

Craques

Alguns dos principais jogadores da Copa do Mundo se apresentaram no Mané Garrincha. Entre eles, o argentino Lionel Messi, eleito o craque do Mundial pela FIFA, o colombiano James Rodriguez, artilheiro do torneio e autor de gol contra a Costa do Marfim na capital federal, e o brasileiro Neymar, que marcou duas vezes e deu show contra Camarões.

Outros atletas importantes do futebol mundial jogaram em Brasília. O português Cristiano Ronaldo fez um gol no estádio, na partida contra Gana. O marfinense Yayá Touré, considerado um dos melhores meio-campistas do planeta, teve atuação discreta diante da Colômbia. Já o francês Pogba, eleito revelação do Mundial, esbanjou talento e balançou as redes da Nigéria.

Além deles, um dos carrascos da Seleção Brasileira na Copa de 2010, na África do Sul, voltou a atuar bem contra os pentacampeões mundiais. O atacante Robben, da Holanda, foi escolhido o melhor jogador da disputa de terceiro lugar, vencida por 3 x 0 pelo time europeu. Um dos gols foi marcado por Van Persie, astro do Manchester United.

O servidor público Caio Motta assistiu a quatro jogos no Mané Garrincha e aprovou a experiência. “Foi tudo fantástico: organização para chegar e sair, para comprar bebida. A cerveja era gelada e a comida era simples, mas quentinha”. Ele também gostou da qualidade das partidas. “Só teve jogo bom. Eu esperava mais do Messi, mas o Robben joga demais, valeu o ingresso”, completa o morador de Brasília.

Fan Fest

Os principais públicos da Fan Fest foram registrados nos dias de jogos da Seleção Brasileira. O maior deles ocorreu no dia de Brasil 2 x 1 Colômbia, pelas quartas de final da Copa: 45 mil pessoas. Torcedores de vários países, inclusive de nações que não disputaram a competição, foram ao Taguaparque e elogiaram a organização, a segurança e qualidade dos telões instalados no local.

Músicos de diferentes estilos animaram a plateia. O cantor Gusttavo Lima foi a principal atração do primeiro dia do evento – abertura da Copa, com jogo entre Brasil e Croácia, em 12 de junho. Daniela Mercury, Naldo, Leo Jaime, Moraes Moreira, DJs reconhecidos internacionalmente e outros artistas também contribuíram para a diversidade musical que marcou o Taguaparque.

Multidão

Confira o público das sete partidas do Mundial no Mané Garrincha:

15/06 – Suíça 2 x 1 Equador (fase de grupos): 68.351
19/06 – Colômbia 2 x 1 Costa do Marfim (fase de grupos): 68.748
23/06 – Brasil 4 x 1 Camarões (fase de grupos): 69.112
26/06 – Portugal 2 x 1 Gana (fase de grupos): 67.540
30/06 – França 2 x 0 Nigéria (oitavas de final): 67.882
05/07 – Argentina 1 x 0 Bélgica (quartas de final): 68.551
12/07 – Brasil 0 x 3 Holanda (disputa de terceiro lugar): 68.034

Renato Freire, do Portal da Copa em Brasília, com informações do Governo do Distrito Federal

Notícias Relacionadas

No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Estrangeiros e brasileiros de outras partes do país visitam marcos arquitetônicos da capital federal
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+