Brasília lança campanha contra o racismo na Copa

10/06/2014 - 12:29
Governo local promove conscientização da população sobre o tema e vai monitorar e combater o crime durante os principais eventos do Mundial

Brasília também aproveitará a realização da Copa do Mundo para intensificar o combate ao racismo. Seguindo a linha do Governo Federal de promoção da conscientização sobre o tema, a Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial do Distrito Federal (Sepir-DF) lançou nesta terça-feira (10.06) a campanha “Copa sem Racismo”. O objetivo é coibir crimes raciais no Distrito Federal e conscientizar a população local e os visitantes de que a prática discriminatória referente à raça, cor, etnia, religião ou origem é crime – inafiançável e imprescritível – e sujeito à pena de reclusão, de acordo com a Constituição Federal.

Uma das ações consiste em oferecer orientação jurídica e psicossocial - parceria com a Defensoria Pública e o Ministério Público do Distrito Federal. Além disso, a Sepir firmou parceria com o comando da Polícia Civil do Distrito Federal. O órgão de segurança terá unidades policiais próximas dos eventos relacionados à Copa no Distrito Federal.

Vítimas do crime e testemunhas também serão orientadas a utilizar o Disque Racismo, canal de recebimento e acompanhamento de denúncias (discar 156- Opção 7). O serviço funciona desde março de 2013 e recebeu mais de 11 mil ligações.

“Queremos sair da Copa muito melhores na luta contra o racismo do que estávamos antes dela”, afirma o governador do DF, Agnelo Queiroz.

Pontos estratégicos

Durante a Copa, a SEPIR atuará em pontos estratégicos da cidade. Os principais são o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, a Torre de TV, a Rodoviária do Plano Piloto, a Rodoviária Interestadual e a FIFA Fan Fest. A secretaria distribuirá material informativo nestes locais, que contarão com observadores capacitados para identificar práticas de racismo. O material coletado subsidiará um estudo com dados estatísticos sobre o crime de racismo no Distrito Federal.

Na opinião da ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, a inciativa é anunciada em um momento no qual muitos casos de racismo têm ganhado espaço na sociedade. “Para combatermos o racismo, é preciso que a intolerância mostre sua cara. Democracia também é conflito”, explica.

SERVIÇO

Delegacias próximas de eventos relacionados à Copa

5ª DP (Asa Norte) – a 7 km do Mané Garrincha
12ª DP (Taguatinga Centro) – perto da Fan Fest
Delegacia Móvel (Ônibus- na Fifa Fest em Taguatinga).
EQ 3/5- Área Especial (Setor central - Taguatinga-DF) – Perto da Fan Fest
14ª DP – Gama (Setor Central) – Perto do Estádio Bezerrão
Disque Racismo: 156 (Opção 7)

» Mensagens contra o racismo nos jogos da Copa

» Craques da Seleção contra o racismo
 

Renato Freire, do Portal da Copa no Distrito Federal

Notícias Relacionadas

Douglas da Costa, de 10 anos, acompanhou Irã x Nigéria na Arena da Baixada
+
A meninada da capital baiana produziu bandeirões, pipas e até uma Central da Copa
+
Representantes de religiões espalhadas pelos quatro continentes enviaram mensagens de saudação, encorajamento e contra o racismo
+