Brasília terá 1,6 mil novas câmeras de monitoramento e reforço policial de 6,5 mil homens

12/08/2013 - 10:22
Dados foram divulgados pelo secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar. Ele também detalhou o funcionamento do centro de controle que será inaugurado na capital federal

A capital federal terá 1,6 mil novas câmeras de monitoramento e contará com reforço policial de 6,5 mil homens até 2014, informou o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar, em entrevista ao Portal Brasília na Copa.

De acordo com ele, foram adquiridas 835 câmeras de monitoramento, de um total de 1.600, que deverão estar em funcionamento até o final do ano e serão instaladas nas regiões centrais e demais regiões administrativas. O investimento nas primeiras 835 câmeras foi de R$ 26 milhões.  Na segunda etapa do projeto, cuja licitação deverá ser autorizada nos próximos dois meses, serão adquiridas outras 765 câmeras.

“Essas câmeras ajudam muito no monitoramento de aglomerações e na vigilância de pontos onde o índice de criminalidade é mais elevado. Serve tanto como fator inibidor, como preventivo. Pessoas dispostas a cometer crimes têm mais cautela, como também ajuda na repressão, pois poderemos identificar autores de crimes por meio dessas câmeras”, disse o secretário.

Câmeras serão instaladas em locais estratégicos de passagem de público e turistas como aeroporto, rodoviária, setores hoteleiros sul e norte, Conic, Conjunto Nacional, Esplanada dos Ministérios e área central de Brasília, reforçando a segurança para a Copa do Mundo da FIFA 2014.

O secretário disse ainda que está sendo montado o Centro de Monitoramento e Controle, que funcionará na própria secretaria de Segurança, 24 horas por dia, com a presença de 60 policiais especializados.

“Teremos conhecimento, em tempo real, do local onde está havendo ocorrência policial, para enviar reforço, em qualquer lugar. Além disso, teremos centros de comando móveis nas diversas regiões administrativas, possibilitando, por exemplo, que o Batalhão do Paranoá tenha as imagens do que está acontecendo na própria cidade. Tudo isso funcionando até o final do ano”, informou o secretário.

Avelar também  explicou o funcionamento do Grupo de Trabalho para Eventos Mundiais (GTMundi), criado pela secretaria de Segurança, e informou o reforço no policiamento para o ano que vem.

“Ele (GTMundi) tem feito permanente troca de informações com outros estados, órgãos federais e promovido eventos de capacitação de pessoal e são nossos representantes junto aos demais organismos internacionais de esporte que hoje funcionam no Rio de Janeiro, e também com a Secretaria Extraordinária da Copa. A troca permanente de informações do GTMundi com os demais órgãos de Inteligência Federal, do Exército e da Presidência tem sido constante e permite fazer uma avaliação para atuação preventiva a fim de evitar surpresas desagradáveis. Até o final de 2014 estaremos nos esforçando para aumentar o efetivo da corporação para garantir mais 3,5 mil policiais militares (que passará para 18 mil) e mais 3.029 policiais civis (passando para 8,5 mil)”, disse.

Fonte: Portal Brasília na Copa

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Aeroportos, segurança pública e atrativos turísticos têm mais de 80% de aprovação entre os profissionais de imprensa
+
Ao todo, 1,6 milhão de passageiros passaram pelos terminais entre 10/6 e 13/7. A cada 10 passageiros que desembarcaram no país, um passou pela capital
+