BRT/Move ganha elogios de mineiros e turistas em dia de jogo no Mineirão

28/06/2014 - 21:55
Agilidade e facilidade do sistema foram os pontos destacados por chilenos e brasileiros que utilizaram o serviço

Opção no esquema especial de transporte de Belo Horizonte para os torcedores que vão ao Mineirão, o BRT/Move recebeu elogios de brasileiros e chilenos neste sábado (28.06), quando a capital mineira recebeu a partida entre as duas seleções pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Sistema de ônibus articulado, o BRT começou a funcionar parcialmente em fevereiro deste ano e tem capacidade para atender cerca de 700 mil passageiros por dia. São 25 quilômetros de corredor exclusivo para os veículos, que são equipados com ar-condicionado, contam com GPS e são monitorados por uma central, que controla a velocidade dos veículos, os horários de partida e o tempo de chegada nas estações. 

Danilo Borges/Portal da Copa#Torcedores chilenos foram ao Mineirão de BRT/Move e aprovaram o sistema de transportePara Maria de Lourdes Reis Gomes, que mora no Centro e trabalha diariamente como ambulante na região da Pampulha, a novidade está aprovada. “No início, eu fiquei meio preocupada, porque tudo que é novo assusta no primeiro momento. Mas sem dúvida ficou muito bom, bem mais ágil. Você demora menos tempo, chega em casa mais rápido”, avaliou.

Maria de Lourdes tem aproveitado a Copa do Mundo para torcer e reforçar o orçamento. “Na outra Copa (no Brasil, em 1950), eu nem existia ainda, agora que eu estou tendo essa oportunidade de ver a Copa no meu país, nossa, eu estou alegre demais”, sorriu.

» Brasil supera o Chile na disputa de pênaltis e se garante nas quartas de final

» Dilma exalta vitória “com garra, lágrimas e defesas de Júlio César” na Copa

» De vilão a herói, Julio César desabafa após garantir a classificação do Brasil para as quartas de final

» Sampaoli não se conforma com derrota nos pênaltis, mas se diz orgulhoso dos jogadores chilenos

» Voluntários de Belo Horizonte demonstram orgulho em atuar na Copa do Mundo

» Da tensão ao alívio: torcedores vibram na Fan Fest em Belo Horizonte

Os turistas também avaliam que o sistema funciona muito bem. Antes e depois do jogo deste sábado, era possível ver muitos chilenos utilizando o serviço. “Achei tudo muito bom, cômodo, simples e tranquilo. Chegamos bem”, resumiu Sergio Marin, que veio da cidade de Valparaíso para apoiar sua seleção em Belo Horizonte. Claudia Bustamante, também de Valparaíso, elogiou a agilidade dos veículos. “O acesso é muito fácil. Pegamos o ônibus da linha 50 e chegamos rápido”, disse.

Os dois também aproveitaram para elogiar a cidade e a recepção dos mineiros. “Belo Horizonte é muito linda, as pessoas são muito amigáveis”, afirmou Claudia. “As pessoas são simpáticas e alegres. Eu não tive nenhum problema, são todos muito amáveis com os chilenos. Eu não quero voltar ao Chile, quero ficar no Brasil”, brincou Sergio. 

A linha das avenidas Antônio Carlos e Pedro I, que tem 14,7 quilômetros de extensão, possui 25 estações de transferência e dois terminais de integração. O corredor da avenida Antônio Carlos é o eixo de interligação da área central e de negócios e de hotelaria de BH com a região da Pampulha, onde está localizado o Mineirão.

Para o estudante André Macedo, que mora em BeloHorizonte, o BRT é a melhor opção para chegar ao estádio. “Eu fui aos cinco jogos aqui no Mineirão, agora é o quinto jogo. Nos outros eu fui de ônibus e teve um que vim com o BRT. Achei aqui muito mais fácil, o caminho mais fácil, o acesso melhor e ele te deixa num lugar melhor do que o ônibus”, avaliou.

Além da linha que passa pelo Mineirão, o sistema inclui o corredor da avenida Cristiano Machado, com 7,1 quilômetros de extensão e que inclui 12 estações de transferência e grande terminal de integração (São Gabriel), permitindo conexão com metrô da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Também está incluído o BRT da Área Central, nas avenidas Santos Dumont e Paraná, com 1,3 quilômetros de adequações das vias, implantação de pavimento rígido, urbanização dos canteiros, seis estações de transferência e ciclovia em toda a extensão.

O sistema de ônibus rápido da capital mineira recebeu R$ 730 milhões em investimentos, sendo R$ 382 milhões de financiamento federal por meio do Programa Pró-Transporte.

Mateus Baeta, do Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Durante o Mundial, a capital mineira recebeu 355 mil visitantes,que gastaram em média R$ 1,2 mil. A estimativa de retorno financeiro indireto é de R$ 1,6 bilhão
+
Governo do DF divulgou balanço de ações para a Copa do Mundo. Investimentos em segurança, turismo, mobilidade urbana e aeroporto ficam para a cidade
+
Ministro do Esporte e secretário-executivo da pasta participaram do balanço final do evento, realizado no Rio de Janeiro
+
Operação de segurança será maior da história da cidade, com quase 26 mil profissionais. Confira as interdições e melhores opções para chegar ao Maracanã
+