Centro de segurança da Copa recebe visita do governo argentino

19/03/2014 - 10:35
Comitiva pôde visualizar como será o monitoramento de estádios e entorno e o planejamento para a competição

Representantes do governo argentino conheceram nesta terça-feira (18.3) o Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, em Brasília. A visita faz parte das ações de preparação para a Copa do Mundo. Coordenado pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça (Sesge), o centro é responsável pelo gerenciamento estratégico das ações de segurança pública e defesa civil, supervisionando e apoiando as cidades-sede, mantendo atualizadas e disponíveis as informações para os gestores.

Durante a visita, os argentinos puderam visualizar como será o monitoramento de estádios e entorno, conheceram o planejamento de segurança para a competição e dirimir dúvidas sobre os procedimentos operacionais. "Os 12 centros de comando e controle Regionais, os dois centros nacionais e o centro de cooperação internacional fazem parte do sistema integrado de controle, e possibilitarão a tomada de decisão em tempo real, aumentando assim a segurança durante o evento. Essa integração será um dos legados da segurança para a população", afirmou Andrei Augusto Passos Rodrigues, Secretário Extraordinário de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça.

Os representantes dos dois governos também se reuniram na Embaixada da Argentina e discutiram temas como o planejamento de segurança integrado, o Centro Internacional de Coordenação Policial, a experiência argentina em copas anteriores e as questões migratórias. "É difícil ter uma projeção da quantidade de argentinos, mas temos a certeza de que será uma multidão enorme e por isso estamos estreitando os laços", disse o ministro Mariano Vergara, coordenador da Embaixada da Argentina para a Copa do Mundo 2014.

O encontro contou ainda com representantes da Polícia Federal, da Agência Brasileira de Inteligência, do Ministério das Relações Exteriores e das forças de segurança de cidades onde a Argentina jogará. Também participaram o embaixador da Argentina no Brasil, Luis Maria Kreckler, integrantes das forças policiais do país além de representante da Confederação Argentina de Futebol.

Fonte: Sesge

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Brasil e Argentina se enfrentarão no Estádio Ninho do Pássaro, na capital chinesa
+
Polícia Rodoviária Federal decidiu reforçar a vigilância em rodovias de acesso ao estado do Rio Grande do Sul usadas por torcedores do país
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+