Centro Integrado de Controle e Comando Regional em São Paulo já está preparado para a Copa

27/05/2014 - 11:14
Monitoramento será feito a partir de 500 câmeras em pontos estratégicos da cidade, 30 delas na Arena Corinthians

São Paulo finaliza os preparativos para receber 15 delegações estrangeiras e mais de 390 mil visitantes durante a Copa do Mundo de 2014. Na área de segurança, o Centro Integrado de Controle e Comando Regional (CICCR), localizado na região central da capital paulista, já está pronto para o Mundial. 

A operação especial de segurança para a principal competição de futebol do planeta irá operar com todos seus representantes a partir de 10 de junho, dois dias antes da partida de abertura entre a Seleção Brasileira e a Croácia, na Arena Corinthians, e vai até 18 de julho, cinco dias após o término da competição. O centro irá funcionar durante 24 horas, sete dias por semana.

Instalado em um imóvel da Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, o CICCR terá à disposição as imagens de cerca de 500 câmeras instaladas em pontos estratégicos da cidade de São Paulo, 30 delas estão localizadas no entorno da Arena Corinthians, em Itaquera (Zona Leste da capital). No videowall (grande parede que agrupa inúmeras TVs) podem ser projetadas até 45 imagens de uma só vez. Ao todo, 60 órgãos públicos trabalharão em conjunto no local.

As autoridades ainda terão à disposição cinco Centros de Controle Móveis – três carretas e duas plataformas de observação elevada. O equipamento será utilizado pela Polícia Militar para monitorar os jogos e outros eventos relacionados à Copa.

“O CICCR de São Paulo estará interligado com os demais centros das outras 11 cidades-sede. Isso permite uma mobilização, tanto de combate ou prevenção, para solucionar qualquer crise que possa acontecer e uma articulação com outros estados caso seja necessário. Isso é muito importante, pois as decisões terão que ser tomadas rapidamente. Qualquer crise que acontecer, este Centro Integrado de Controle e Comando Regional estará monitorando e pronto para resolver”, disse Julio Semeghini, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional de São Paulo e coordenador do Comitê Paulista.

“Teremos aqui quatro áreas importantes: uma área de segurança e defesa, uma de defesa civil e bombeiros, uma de agências e uma de mobilidade e trânsito. Cada uma destas áreas, com inúmeros atores, sejam eles dos Governos Federal, Estadual e Municipal. O Centro Integrado de Controle e Comando Regional tem grande importância, pois irá monitorar as áreas do estádio e do entorno, além das Fan Fests e dos locais com maior reunião de público”, analisou o governador Geraldo Alckmin após visitar o equipamento nesta segunda-feira (26.05).

Ao término do Mundial no Brasil, o Centro Integrado de Comando e Controle Regional ficará para a população de São Paulo. O local terá administração compartilhada entre as Secretarias de Segurança Pública e de Planejamento e Desenvolvimento Regional. O local será coordenado por um delegado da Polícia Federal.

Fonte: Comitê Paulista da Copa do Mundo

Notícias Relacionadas

Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+