Centros de comando móveis e plataforma de observação são entregues no Rio Grande do Sul

18/12/2013 - 17:18
Equipamentos vão monitorar e dar suporte a toda operação de segurança dos jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre, além de Fan Fests, hotéis e deslocamentos de delegações

Caco Argemi/Palácio Piratini#Governador Tarso Genro visita centro de comando móvelDois Centros Integrados de Comando e Controle Móvel (CICC-M) e uma plataforma de observação elevada foram entregues nesta quarta-feira (18.12) pelo Governo do Rio Grande do Sul. Os centros móveis serão capazes de monitorar e dar suporte a toda operação de segurança dos jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre, além de Fan Fests, hotéis e deslocamentos de delegações.

Os equipamentos também poderão ser usados em incidentes e ocorrências não programadas que possam afetar as áreas de interesse operacional, como aeroportos e rotas. Até o Mundial, marcado para 12 de junho do ano que vem, outras duas plataformas de observação elevada serão entregues.

O governador Tarso Genro destacou que a Copa do Mundo possibilita heranças como essas. "Todos esses equipamentos ficarão para o Estado como um legado da Copa. Serão ferramentas para garantir a segurança da população", afirmou.

O secretário da Segurança Pública, Airton Michels, lembrou que os CCIC-M e a plataforma representam um avanço no monitoramento de grandes eventos, evitando incidentes e combatendo o crime. Além disso, Michels afirmou que é "um trabalho integrado das nossas polícias, tanto para o policiamento quanto para a investigação".

Um dos centros móveis permite que os agentes de diferentes órgãos de segurança coordenem ações conjuntas com acesso a informações integradas, agilizando a capacidade de resposta em relação a incidentes ou possíveis ameaças à segurança pública. Os operadores poderão visualizar, monitorar e analisar as informações para ajudar na tomada de decisões rapidamente em situações de emergência.

Os centros são equipados com uma completa infraestrutura de tecnologia da informação e de comunicação que permite monitoramento em tempo real por meio de imagens das câmeras instaladas no próprio centro, comunicação via rádio e telefonia entre operadores e equipes de campo, além de tecnologias inteligentes especialmente desenhadas para gestão de grandes eventos.

No veículo maior, é possível expandir a lateral, formando um gabinete de gestão de crise, isolado da parte de monitoramento. O menor será usado apenas para monitorar e informar incidentes às autoridades se segurança. O investimento nos CICC-M chega a R$ 6,3 milhões

Plataformas
A plataforma contém câmeras em antenas, com alcance de até um quilômetro, em 360 graus. As imagens serão transmitidas ao vivo, diretamente para o Centro Integrado de Comando e Controle. De alta tecnologia, elas têm características como câmera full HD e com operação no espectro de infravermelho, medição digital da velocidade e direção do vento, wireless para conexão com o CICC, sistema de gravação e armazenamento digital de vídeo. O investimento é de R$ 3,9 milhões.

Conforme o coordenador da Brigada Militar nos CCICC-M, capitão Rodrigo Schoenfeldt, os equipamentos serão usados ainda antes da Copa do Mundo, em data a ser definida, onde já será possível observar o seu pleno funcionamento.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Polícia Rodoviária Federal decidiu reforçar a vigilância em rodovias de acesso ao estado do Rio Grande do Sul usadas por torcedores do país
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+