Chuva de gols e resultados surpreendentes marcam os 32 primeiros jogos da Copa

22/06/2014 - 21:46
Com metade das partidas já disputadas, torneio chega à última rodada da primeira fase com média de gols bem acima das edições anteriores e festa nas 12 cidades-sede

A segunda rodada da primeira fase chegou ao fim neste domingo (22.06) e a Copa do Mundo de 2014 já coleciona classificações surpreendentes, quedas antecipadas e goleadas históricas. A partir desta segunda-feira, com o início da terceira rodada, os jogos do mesmo grupo passam a ser disputados em horários simultâneos, para que nenhuma seleção entre em campo já sabendo o resultado dos adversários da chave. Até quarta-feira, estarão definidos todos os classificados para as oitavas de final.

Com 32 dos 64 jogos realizados até agora, o Mundial no Brasil tem média de gols de 2,93. O Grupo B - com Holanda, Chile, Austrália e Espanha - tem a incrível média de 4,25 gols por jogo. A média do Mundial do Brasil é ainda mais surpreendente se analisarmos os números das duas últimas edições do evento. Na Alemanha-2006, a média foi de 2,29 gols por jogo. No último Mundial, na África do Sul, em 2010, o número caiu para 2,26, a segunda pior da história das Copas. Até agora, a média de gols da Copa de 2014 é a mais alta desde o Mundial de 1970, que teve 2,96 gols por jogo em média. 

Até o momento, 94 gols foram marcados: 49 na primeira rodada e 45 na segunda. Irã e Grécia são as únicas seleções que não conseguiram marcar sequer um gol. Mesmo assim, ambas ainda têm chances de classificação. Holanda e França dividem o posto de melhor ataque do Mundial, com oito gols marcados cada. Os franceses, no entanto, levaram apenas dois gols, um a menos que os holandeses. As melhores defesas são as de México e Nigéria, que ainda não foram vazadas.

Getty Images#Gol da Costa Rica contra a Itália: 1 x 0, classificação antecipada para as oitavas de final e eliminação da Inglaterra

Surpresas e eliminações

A maior surpresa da Copa é a seleção da Costa Rica, que venceu Uruguai e Itália no Grupo D e garantiu uma vaga na próxima fase, eliminando a campeã mundial Inglaterra. Os costa-riquenhos ainda enfrentam os ingleses na próxima terça-feira (24.06), no Mineirão, em Belo Horizonte, para buscar o primeiro lugar da chave. No mesmo horário, Uruguai e Itália medem forças para decidir quem continua na Copa.

Outra campeã mundial que deu adeus antecipado foi a Espanha. Favoritos ao título antes do início do torneio, os espanhóis perderam duas partidas seguidas, com uma incrível goleada de 5 x 1 para a Holanda e um 2 x 0 frente ao Chile, e agora apenas cumprem tabela nesta segunda na Arena da Baixada, em Curitiba, diante da Austrália, que também já está eliminada. Também nesta segunda-feira, às 13h, Holanda e Chile definem a primeira colocação do Grupo B em jogo marcado para a Arena Corinthians, em São Paulo.

Adversário do Brasil nesta segunda, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, Camarões também já não tem mais chances de passar de fase. A seleção africana perdeu duas vezes no Grupo A, incluindo uma goleada por 4 x 0 para a Croácia, e luta apenas por uma despedida digna diante dos anfitriões. A Seleção Brasileira, por sua vez, entre em campo a partir das 17h para tentar convencer, após um empate em 0 x 0 com o México, em Fortaleza.

Estreante em Copas do Mundo, a Bósnia e Herzegovina também vai embora para casa mais cedo. O time foi derrotado por Argentina e Nigéria e ficou sem chances de avançar no Grupo E. A despedida será contra o Irã, na Arena Fonte Nova, quarta-feira (25.06), às 13h. 

Além da surpreendente Costa Rica, as sensações da Copa até agora são o Chile, a Holanda, a França e a Colômbia. Todos venceram as duas partidas que disputaram e mostraram bom futebol. Os franceses aplicaram a maior goleada da segunda rodada, com um 5 x 2 sobre a Suíça. A Argentina, embora tenha vencido duas vezes e contado com dois gols de Lionel Messi para isso, ainda não convenceu, tendo escapado de um empate diante do Irã somente aos 46 minutos do segundo tempo.

Claudio Medaglia/Portal da Copa#Em verdadeira invasão laranja a Porto Alegre, torcedores holandeses tomaram conta das ruas da capital gaúcha antes de jogo contra a Austrália

Após o empate por 0 x 0 com o México, o Brasil também espera retomar o caminho das vitórias diante de Camarões e entrar com moral nas oitavas de final. Neymar, com dois gols, é o destaque da Seleção, mas o topo da artilharia da Copa não tem nenhum brasileiro por enquanto. Os holandeses Robben e Van Persie dividem lugar com o francês Benzema, o alemão Thomas Müller e o equatoriano Enner Valencia. Cada um já marcou três vezes.

Palcos do espetáculo

A festa dentro e fora dos estádios toma conta das 12 cidades-sede. Enquanto a alegria dos colombianos invadiu Belo Horizonte e Brasília, os moradores de Salvador e Porto Alegre se encantaram com os holandeses. As torcidas sul-americanas têm dado show em todos os jogos, tomando conta das arquibancadas e cantando os hinos a plenos pulmões.

Em apenas três jogos, a Arena Fonte Nova, em Salvador, já viu as redes balançarem 17 vezes, com uma incrível média de 5,66 gols por jogo. Goleadas históricas, Holanda 5 x 1 Espanha, Alemanha 4 x 0 Portugal e França 5 x 2 Suíça entraram não apenas para a história das Copas, mas também para a história da capital baiana.

Os torcedores que foram aos três jogos que o Beira-Rio recebeu até agora também assistiram a muitos gols: 14 no total. Porto Alegre também viu a história ser escrita. A Argélia, que não marcava um gol em Copas do Mundo há 28 anos, fez logo quatro na vitória por 4 x 2 sobre a Coreia do Sul no gramado do Beira-Rio.

Maracanã e Mineirão foram palcos de golaços do argentino Lionel Messi; a Arena da Amazônia assistiu Balotelli marcar o gol da vitória por 2 x 1 sobre a Inglaterra; a Arena das Dunas viveu uma verdadeira festa mexicana no 1 x 0 dos norte-americanos sobre Camarões; a Arena Pantanal cantou junto com os chilenos na vitória de 3 x 1 sobre a Austrália; a Arena Pernambuco dançou com os marfinenses quando a Costa do Marfim superou o Japão por 2 x 1; e a Arena da Baixada abrigou o calor dos equatorianos no triunfo de 2 x 1 sobre Honduras.

Enquanto isso, a Seleção Brasileira segue sua viagem pelo país com a última parada programada para o Maracanã, no dia 13 de julho, data da final da Copa. O Brasil já passou por São Paulo e Fortaleza e nesta segunda-feira joga no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Imagens marcantes dos primeiros 32 jogos da Copa do Mundo

Imagens marcantes dos primeiros 32 jogos da Copa do Mundo

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+
Votação popular feita por meio do site da FIFA incluiu Neymar, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo na equipe ideal do torneio. Os argentinos Messi e Di María e o colombiano James Rodríguez também aparecem
+