Clima de Copa contagia crianças em Salvador

12/06/2014 - 16:20
A meninada da capital baiana produziu bandeirões, pipas e até uma Central da Copa

A garotada de Salvador está bem animada com a Copa do Mundo que começa nesta quinta-feira (12.06), na Arena Corinthians, em São Paulo, com a partida entre Brasil e Croácia. O Mundial tem servido de inspiração para que diversos estudantes da capital baiana produzam trabalhos artísticos que serão utilizados para torcer e enfeitar a cidade.

Entre eles, o tradicional bandeirão do Centro Educacional Santa Rita, na região da Cidade Baixa. Há 28 anos a peça, que tem mais de 2,5 mil metros de comprimento, é produzida pela escola. “Fico muito feliz principalmente quando vejo esta peça deste tamanho, porque ela é a comprovação da união”, comemora a professora Maria José Costa, idealizadora do artigo.

No bairro de Coutos, no subúrbio de Salvador, mais de 30 crianças do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Cid Passos produziram pipas em homenagem à Copa. A atividade integrou o projeto “Show de Bola: A Copa é Nossa”, criado pela unidade para discutir a questão da diversidade através dos países que vão competir no mundial.

“Não sabia que existia esse país, mas descobri que fica na África. A bandeira é muito bonita”, afirmou a aluna Bruna Leandra Bispo, do 3º ano, ao descobrir a existência de Camarões, país que enfrenta o Brasil no dia 23 de junho, no Estádio Nacional, em Brasília.

Fotos: Agecom Salvador/Divulgação#

Central da Copa

Com muita animação, cerca de 340 alunos da Escola Municipal Vale das Pedrinhas, no Vale das Pedrinhas, finalizaram o projeto Central da Copa. Durante um mês, crianças e adolescentes de 6 a 15 anos participaram de atividades com o intuito de aproveitar a competição esportiva para abordar assuntos de diversas disciplinas. “Buscamos atrair os alunos para uma sala multimídia, com atividades dinâmicas e inseridas em um contexto interdisciplinar, para discutir assuntos da Copa em paralelo as matérias curriculares”, explicou o coordenador do projeto, Leonardo Tisott.

Até no hospital

A Secretaria Estadual da Copa na Bahia (Secopa-BA) reforçou a proposta de aproximar o Mundial do maior número de baianos possível. Além de promover exibições públicas na capital e em 30 cidades do interior da Bahia, a Secopa entregou cinco televisores ao Hospital Estadual Otávio Mangabeira, para que os pacientes e profissionais da unidade pudessem acompanhar o megaevento. A iniciativa contou com o apoio da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) e da Diretoria do hospital.

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador (BA)

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Cidade hospedou campeões mundiais durante a Copa do Mundo e recebeu legados como Centro de Treinamento e promoção da imagem local
+
Tour 100% apresenta os bastidores do equipamento multiuso aos visitantes
+
Produto deve ser remodelado e seguir atendendo a turistas e baianos
+