Cobertura de 3G e 4G em aeroportos será ampliada

24/04/2013 - 17:04
Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou, nesta quarta (24.04), que Infraero e operadoras fecharam acordo para instalar antenas e melhorar serviço ao usuário nos terminais

A Infraero e as operadoras de telefonia chegaram a um acordo para instalar mais antenas e ampliar a cobertura de internet 3G e 4G nos aeroportos brasileiros. A informação foi divulgada pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, durante audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (24.04). A melhoria do serviço já deverá ocorrer já durante a Copa das Confederações, de 15 a 30 de junho.

Bernardo explicou que o ministério cobra um aumento da rede de voz e de dados nos aeroportos, mas havia divergência entre a Infraero e as empresas em relação ao valor pago pela instalação de antenas nos terminais. Segundo ele, o acordo fechado prevê a cobrança de aluguel de R$ 3 mil mensais das operadoras nos grandes aeroportos. Já nos pequenos, o valor será reduzido até R$ 1 mil, de acordo com o porte de cada terminal.

4G na Copa das Confederações

O ministro voltou a garantir que haverá cobertura da tecnologia 4G nas cidades-sede da Copa das Confederações FIFA 2013 e no Mundial de 2014. "Temos plena tranquilidade de que vai funcionar. Vamos fazer bonito", reforçou.  Bernardo disse que a inclusão de cobertura do 4G dentro dos estádios é uma inovação e lembrou que o Brasil será o primeiro país a sediar um evento de porte mundial com a tecnologia de quarta geração.

O ministro detalhou que, nas seis cidades-sede da Copa das Confederações, a Telebras já construiu as redes que vão dar suporte para estádios, concentrações das Seleções de futebol e centros de imprensa. Além disso, a Anatel fez acordo com as operadoras para garantir a cobertura de internet dentro das arenas.

Lei das Antenas

O ministro disse que o projeto que padroniza as regras para instalação de antenas de telefonia deverá ser votado pela Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dentro de 15 a 20 dias. O pedido de urgência para votação direta do projeto no plenário deverá ser retirado.

O projeto da Lei Geral das Antenas (PL 5013/2013) foi aprovado pelo Senado em dezembro do ano passado e está na Câmara desde janeiro. O texto estabelece as normas que são de competência federal e diminui a burocracia para a instalação de antenas em municípios. "Queremos qualidade e que as empresas melhorem o serviço, mas tem de ter infraestrutura. Nós temos de ajudar nisso", ponderou Bernardo.

Fonte: Ministério das Comunicações

 

Notícias Relacionadas

Planejamento minucioso que foi feito para o Mundial deve servir de base para a gestão e operação dos aeroportos brasileiros, na opinião do ministro da Aviação Civil, Moreira Franco
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Foram registradas 5.185 demandas nos aeroportos e 75 nos estádios das 12 cidades-sede
+
Mais da metade dos viajantes do país (54,2%) optou por deslocamento aéreo durante a Copa
+