Com foco em Cristiano Ronaldo, Alemanha e Portugal treinam na Fonte Nova

15/06/2014 - 20:20
Seleções fizeram o último trabalho antes da estreia, nesta segunda-feira, às 13h

Foto: Martin Rose/Getty Images#Para o goleiro Neuer, jogo contra Portugal será uma "final"

O gramado da Arena Fonte Nova é um dos mais bem frequentados neste início de Copa do Mundo da FIFA 2014. Depois de receber os craques de Holanda e Espanha, o estádio de Salvador contou com duas ilustres presenças neste domingo (15.06): a estrelada seleção da Alemanha e Portugal, do astro Cristiano Ronaldo, o melhor jogador do mundo.

As duas equipes estiveram na Fonte Nova para fazer o reconhecimento do gramado e o último treino antes da estreia nesta segunda-feira (16.06), às 13h. Tanto alemães quanto portugueses fizeram trabalhos leves no campo.

Durante as coletivas de imprensa, o assunto mais comentado dos dois lados foi a situação de Cristiano Ronaldo. Afinal, o craque português está recuperado de lesão ou não? Na Alemanha, há quem duvide. “Não conheço o Cristiano, não sei se ele está preparado. Sei que ele é perigoso e Portugal é uma seleção perigosa. Vamos ver se Cristiano vai estar em sua melhor forma física”, ponderou o goleiro Neuer, que classificou o jogo contra os portugueses como uma final.

Depois que o próprio Cristiano Ronaldo assegurou à imprensa que a lesão não é mais um problema, o técnico Paulo Bento conseguiu comentar um pouco sobre as expectativas da seleção de Portugal na Copa. “Esperamos, acreditamos e trabalhamos para tentar fazer um bom Mundial. O primeiro objetivo é passar da fase de grupos e a partir daí tentar competir da melhor maneira possível”, discursou Bento.

Sem confirmar a equipe que entra em campo nesta segunda-feira – a dúvida é no ataque, entre Helder Postiga e Hugo Almeida –, Paulo Bento disse ser um privilégio contar com Cristiano Ronaldo em campo, mas que a equipe não deve ser pressionada pela presença dele.

“A importância de ter um jogador como o Cris é grande. Ele é extremamente influente na nossa forma de jogar e atingiu uma projeção que é mundial, não se limita ao nosso país. Mas não temos a obrigação de sermos campeões do mundo porque temos o melhor jogador do mundo”, ressaltou o treinador, lembrando que os portugueses já viveram essa situação antes e não conquistaram o título.

Foto: Vagner Vargas/Portal da Copa#Para o técnico Paulo Bento, Portugal não tem obrigação de ser campeão por contar com o melhor do mundo na equipe

Vagner Vargas – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Cidade hospedou campeões mundiais durante a Copa do Mundo e recebeu legados como Centro de Treinamento e promoção da imagem local
+
Tour 100% apresenta os bastidores do equipamento multiuso aos visitantes
+
Tetracampeonato na Copa do Mundo de 2014 garantiu o primeiro lugar da lista para os germânicos pela primeira vez em 20 anos
+