Comerciantes de Salvador lucram com a Copa e comparam evento ao Carnaval

20/06/2014 - 16:14
Estimativa do Ministério do Turismo é de que 300 mil visitantes passem pela capital baiana até o fim do Mundial

Foto: Maria Carolina Lopes/Portal da Copa#Dulce Mary e o acarajé: quatro meses de aulas inglês pelo Pronatec para atender clientes estrangeirosA Copa do Mundo da FIFA 2014 no Brasil levará milhões de turistas às 12 sedes até 13 de julho, data da final. São brasileiros e estrangeiros que, além de assistir aos jogos do Mundial, querem conhecer e aproveitar tudo que as cidades do país têm a oferecer.

De acordo com estimativa do Ministério do Turismo, os visitantes devem deixar R$ 6,7 bilhões no país. Motivo de comemoração para os comerciantes brasileiros. Em Salvador, cidade acostumada a lucrar com o turismo – especialmente no carnaval –, donos de estabelecimentos e vendedores já comparam o sucesso de vendas à tradicional festa realizada anualmente na Bahia.

“A expectativa para a Copa foi tão grande que não tivemos verão nem carnaval. De sábado (14.06) pra cá, o negócio mudou. Tem muito turista e as vendas aumentaram muito”, afirmou Dulce Mary de Jesus, dona de uma barraquinha de acarajé no Pelourinho, tradicional ponto turístico de Salvador.

A baiana se preparou especialmente para receber os turistas. Foram quatro meses de aulas de inglês pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do governo federal. E a dedicação de Dulce Mary foi recompensada.

Assista a explicação em inglês de Dulce Mary sobre o acarajé

Foto: Maria Carolina Lopes/Portal da Copa#“Aprendi a interagir com os clientes e sei dizer do que é feito o acarajé”, assegurou a baiana, emendando o nome de cada ingrediente em inglês. “É uma coisa que fica de conhecimento e de aprendizado. A Copa está aí e vamos aproveitar”, comemorou.

No coração do Pelourinho, o comerciante Demir Santos, de 40 anos, também vibrou com a boa presença dos turistas na cidade. Ele tem uma loja que vende lembranças relacionadas à Bahia, desde chaveiros até camisetas, e também cita o carnaval para falar sobre o sucesso do Mundial.

“Só o carnaval supera a Copa. Mas agora é um evento mais longo, dura um mês inteiro”, exaltou. “Está sendo bem proveitoso. Todos que vieram dizem que vão voltar”, acrescentou. Segundo Demir, os holandeses deixaram uma boa impressão, mas também destacou o grande movimento em dias de jogos do Brasil. “O movimento foi muito grande de torcedores da Holanda, mas quando o Brasil joga, as pessoas vêm para cá para acompanhar as partidas.”

Os dados do Ministério do Turismo preveem que os turistas que estarão em Salvador vão deixar R$ 543,4 milhões no país, levando em consideração gastos também em outras cidades. A expectativa é de que 300 mil pessoas passem pela capital da baiana no período da Copa do Mundo.

» Posso ajudar? Salvador recebe turistas em vários idiomas

Vagner Vargas – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Visitantes gastaram US$ 6,9 bilhões no país. O resultado teve forte influência da Copa do Mundo
+
No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+