Consórcio Maracanã ganha licitação para administrar o estádio

09/05/2013 - 16:42
Vencedor irá administrar a arena reformada por 35 anos. Documentação necessária para a habilitação do consórcio foi aprovada nesta quinta-feira (09.05)

O governo do Rio de Janeiro anunciou, nesta quinta-feira (09.05), que o Consórcio Maracanã S.A - formado pelas empresas Odebrecht (com 90% de participação), AEG e IMX (com 5% cada) - vai administrar por 35 anos o Complexo do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã.

A escolha foi feita após a análise da documentação de habilitação do consórcio vencedor, na terceira fase da licitação. O Consórcio Complexo Esportivo Cultural do Rio de Janeiro - formado pela OAS, Largadère Unlimited e Stadion Amsterdam - que também estava na disputa decidiu não entrar com recurso.

Uma ata será redigida e encaminhada com toda a documentação para análise do secretário da Casa Civil do Rio, Régis Fichtner, que deverá homologar a decisão. O resultado final será publicado no Diário Oficial do Estado.

O Consórcio Maracanã S.A ofereceu R$ 181,5 milhões pela gestão do complexo, a serem pagos em 33 parcelas. O valor foi R$ 26,4 milhões a mais que o oferecido pelo concorrente.

Fonte: Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+