Copa no Brasil é a segunda com mais gols da história, a apenas quatro da edição de 1998

09/07/2014 - 22:08
Número total de torcedores nas arquibancadas está entre as três maiores dentre as 20 edições do torneio e deve fechar na segunda posição após 13 de julho

A semifinal da Copa do Mundo de 2014 chegou ao fim com dois resultados inéditos nesta fase da competição, para alegria de alemães e argentinos e tristeza de brasileiros e holandeses. Após os placares: Alemanha 7 x 1 Brasil e Argentina 0 x 0 Holanda no tempo normal (4 x 2 nos pênaltis para os sul-americanos), a média de gols do Mundial está em 2,69 por partida. A marca é a maior desde a edição de 1994 nos Estados Unidos, que teve 2,71 gols por jogo, e a décima segunda da história.

Nos 62 confrontos da Copa do Mundo disputados até o momento, foram marcados 167 gols. Esta é a segunda maior marca da história dos Mundiais, com quatro gols a menos do que o da edição de 1998, na França. A depender dos placares da disputa do terceiro lugar entre Brasil x Holanda, no sábado (12.07), em Brasília, e da decisão entre Alemanha x Argentina, no dia seguinte no Rio de Janeiro, a competição pode terminar com o maior número de gols entre as 20 edições do torneio.

A derrota da Seleção Brasileira, além de ser a maior em cem anos de história da equipe, é a maior goleada em uma semifinal de Copa do Mundo com o formato de jogos eliminatórios. Apenas em 1950, com a vitória do próprio Brasil por 7 x 1 contra a Suécia e, em 1978, quando a Argentina venceu por 6 x 0 o Peru, houve resultados com a mesma diferença de gols. Apesar de terem sido em uma fase que antecedeu à final, nas duas ocasiões o formato não era de mata-mata. O placar também é o maior que um país anfitrião da Copa do Mundo já sofreu.

Público

Com os 63.267 torcedores que presenciaram a classificação da Argentina para a final, na Arena Corinthians, em São Paulo, o Mundial chegou a um público total de 3.287.101 nesta quarta-feira (09.07). O número também leva a atual edição do torneio ao patamar das Copas com maiores presenças nas arquibancadas. A primeira é a do Mundial de 1994, com 3,58 milhões de pessoas, e a segunda é a do torneio de 2006, com 3,35 milhões de pessoas. A Copa do Mundo de 2014 está no terceiro posto e, provavelmente, ultrapassará o Mundial da Alemanha, disputado há oito anos.

A média de público do Mundial no Brasil já é a segunda maior de todos os torneios. Com 53.017 torcedores por partida, a edição deste ano só perde para a dos Estados Unidos, que teve 68.991 pessoas por jogo e não seria alcançada mesmo antes da abertura da Copa do Mundo de 2014, pela diferença de tamanho dos estádios.

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+