Correios lançam selos comemorativos para a Copa das Confederações

06/06/2013 - 14:47
As peças retratam a logomarca e a taça do torneio, que terá início no dia 15 de junho com a partida entre Brasil e Japão, em Brasília

Os Correios lançaram dois selos comemorativos da Copa das Confederações de 2013, nesta quinta-feira (06.06), em cerimônia realizada no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, após o “Tour de Experiência” da FIFA. As peças retratam a logomarca e a taça do torneio, que terá início no dia 15 de junho com a partida entre Brasil e Japão, na capital do país.

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, destacou a satisfação dos brasileiros em receber a competição. “O nosso povo está orgulhoso e o país tem se preparado para receber as equipes e os turistas com a nossa tradicional hospitalidade. É com satisfação que os Correios, junto com a FIFA, lançam um bloco comemorativo com dois selos, que enfatizam a importância da Copa das Confederações e registra para a história a realização do torneio, com a sua logomarca e taça”, disse.

O emblema da competição traz a ave símbolo do Brasil, o sabiá-laranjeira, em uma arte com as cores inspiradas na bandeira nacional. O troféu é de bronze, banhado a ouro, e apresenta linhas que saem da base e sobem em espiral até abraçar o mundo.

O bloco com os dois selos também é composto pela ilustração oficial da FIFA para a Copa das Confederações. O desenho em verde e amarelo traz uma série de elementos que remetem ao clima tropical brasileiro e valorizam as belezas naturais do país. A tiragem é de 150 mil blocos, com o valor de R$ 2,75 cada selo.

Tour de Experiência nos Estádios - Brasília

Tour de Experiência nos Estádios - Brasília

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+
Estrangeiros e brasileiros de outras partes do país visitam marcos arquitetônicos da capital federal
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+