Cuiabá: viaduto do aeroporto recebe trilhos do VLT

14/02/2014 - 17:31
Está é a primeira instalação de trilhos nas vias permanentes da capital e de Várzea Grande

Edson Rodrigues/ Secopa/ MT#

Começou, nesta semana, a instalação dos trilhos do Veiculo Leve sobre Trilhos (VLT) no viaduto do aeroporto, em Várzea Grande, cidade vizinha a Cuiabá. É a primeira implantação na via permanente do novo modal de transporte público das duas maiores cidades de Mato Grosso, após a colocação dos trilhos no Centro de Manutenção, onde estão as nove composições do VLT que já chegaram em Cuiabá.

Com 220 metros de extensão por nove de altura, em seu ponto mais elevado, o viaduto ferroviário será composto por duas faixas seccionadas de rolamento (fluxo e contra-fluxo) destinadas aos vagões do VLT.

Neste momento, os trabalhos são executados através da colocação dos pórticos de posicionamento para alinhar e nivelar os trilhos. Na próxima semana, será realizada a concretagem ao lado dos trilhos, deixando o local apto para o desenvolvimento dos vagões.

Com mais de 50 profissionais executando a obra, os serviços também avançam na colocação da terra armada da cabeceira do viaduto e na construção de uma rotária para interligação entre as avenidas e acesso ao aeroporto.

Trilhos

Componentes essenciais da via permanente, os trilhos foram fabricados na Espanha e na Polônia. A construção da via é de responsabilidade do consórcio construtor, formado pela CR Almeida e Santa Bárbara.

São dois tipos de trilhos, os grooved, produzidos na Polônia, e os trilhos vignole, fabricados na Espanha. Os vignole totalizam 10 km e já estão sendo instalados no pátio de estacionamento, estendendo-se ao Centro de Manutenção e às linhas de manobras. Já os trilhos grooved serão instalados nos 22 km do trajeto do VLT, demandando a aquisição de cerca de 100 km.

Os primeiros materiais importados referentes à via permanente já estão em Várzea Grande, como as borrachas de envelopamento e os pórticos de posicionamento dos trilhos. Também fazem parte da via permanente as catenárias aéreas, que são os postes de alimentação de energia dos trens e que serão instalados ao longo da via, entre os trilhos.

Fonte: Secopa/ MT

 

Notícias Relacionadas

Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+
De acordo com o levantado, realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, a maioria é homem (76,2%), tem ensino superior completo (55,3%), idade entre 25 a 34 anos (40,3%) e renda familiar (28,6%) que oscila entre R$ 3.621 e R$ 7.240
+
Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+