Debaixo de chuva, México derrota Camarões na Arena das Dunas

13/06/2014 - 15:38
Com gol de Oribe Peralta, placar terminou em 1 x 0 para mexicanos em Natal

Foto: Getty Images#Sob o incentivo de milhares de torcedores mexicanos que foram à Arena das Dunas, em Natal, a seleção do México estreou com vitória em cima de Camarões na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Com gol de Oribe Peralta, o placar terminou marcando 1 x 0. Giovanni dos Santos e Rafa Marquez foram os destaques do jogo - o primeiro foi eleito o melhor da partida em votação no site da FIFA. O resultado deixa os mexicanos com três pontos - o mesmo número do Brasil no Grupo A, que venceu ontem a Croácia por 3 x 1. Acompanhe a tabela da Copa do Mundo

Debaixo de muita chuva em Natal, o México jogou com Ochoa, Aguilar, Rodríguez, Márquez, Moreno e Layun; Herrera (Salcido), Vázquez e Guardado (Fabian); Giovanni dos Santos e Peralta (Chicharito Hernández). O técnico é Michel Herrera. O treinador Volker Finke mandou a seleção camaronesa a campo com Itandje, Djeugoue (Nounkeu), N'Koulou, Chedjou e Assou Ekotto; Mbia, Song (Webo) e Enoh; Moukandjo, Eto'o e Choupo Moting.

O México começou o jogo pressionando a seleção camaronesa e impedia que o adversário criasse jogadas no ataque. No primeiro tempo, houve três gols anulados: dois do México e um de Camarões. O gol que realmente valeu saiu aos 16 minutos do segundo tempo. Após tabela envolvente na entrada da área, Giovanni chutou, o goleiro Itanjde defendeu parcialmente e Peralta ficou com o rebote para marcar (foto ao lado).

Fotos: Getty Images#

 

O que o México prometeu fazer um dia antes do jogo contra Camarões foi feito, e deu certo. Na coletiva de imprensa do dia anterior, o defensor Rafa Marquez disse que os mexicanos iriam manter a posse de bola para tentar cansar o adversário e lutar por todas as bolas para conseguir a vitória, e conseguiram. Após a partida, os jogadores das duas seleções concederam entrevistas e já começaram a projetar seus próximos compromissos.

Para o zagueiro Aguilar, o México apenas demonstrou o resultado da preparação. “Mostramos que a equipe está física e mentalmente bem. Temos trabalhado muito e estamos conscientes dos objetivos que temos. Esse grupo está unido e colhendo os benefícios”, disse.

Após ter seu nome gritado das arquibancadas, o atacante Chicharito teve a oportunidade de entrar no segundo tempo e disse ter ficado contente com o desempenho da equipe. “Não importa a forma e como vamos jogar, o que importa é conseguir o resultado positivo. Nesse Mundial os três pontos são muito importantes, e começar com uma vitória é muito importante porque nos coloca na luta para se classificar. É esse o nosso objetivo nessa fase de grupos”, comentou.

No lado africano, poucos jogadores quiseram conversar com a imprensa, mas o volante Enoh fez a sua avaliação. “O México se movimentou muito bem hoje e estava bem na forma tática, principalmente no meio campo, com mais jogadores nesse setor. Assim eles conseguiram ficar com mais posse de bola, o que dificultou para nós”.

Segundo ele, o que faltou mesmo foi o gol. “Fizemos um bom jogo hoje e de tudo para vencer. Criamos chances, mas não conseguimos marcar. Teremos que ser mais agressivos e nos mobilizar mais em campo para conseguir um bom resultado no próximo jogo. Agora é focar nessa partida”, comentou.

México jogou em casa

Entre os 39.216 torcedores presentes na Arena das Dunas, pelo menos 85% estavam torcendo para o México, atendendo as expectativas da imprensa do país que estimou em pelo menos 10 mil a quantidade de torcedores que iriam ao jogo. Sobre o apoio, Chicharito apenas agradeceu. “A torcida nos apoiou muito hoje e eu agradeço por isso. Eles sempre estão nos apoiando e isso é muito bonito. Então temos que nos matar dentro de campo como forma de agradecimento”.

O zagueiro Rafa Marquez concordou: “É sempre importante ter o apoio da torcida. As pessoas do México se sacrificam muito para vir nos apoiar e por isso temos certas responsabilidades para dar alegria a eles”. Já para o volante camaronês Enoh, a situação foi bem diferente. “Eu me senti jogando fora de casa hoje, e foi o México quem jogou em casa. Essa foi a atmosfera da partida”, resumiu.

Fotos: Paulo Victor Correia/Portal da Copa#Para o mexicano Abraham Camejo, “A partida foi muito boa, uma emoção muito grande. O brasileiro Felipe Moreira, com a camisa 14, achou sensacional a sua primeira experiência em um jogo de Copa do Mundo

Próximos desafios

Camarões vai enfrentar a Croácia no próximo dia 18 em Manaus. Como os croatas também estrearam perdendo, as duas equipes precisam da vitória se quiserem seguir brigando pela classificação. Já o México terá o Brasil como adversário, no dia 17, em Fortaleza.

“O Brasil tem grandes jogadores e é o anfitrião, mas tentaremos somar pontos que é o mais importante. Conseguimos hoje esses três pontos e com mais uma vitória daremos um passo para a próxima fase. Hoje tivemos a torcida a favor, e na próxima contra, então vai ser duplamente difícil”, disse o zagueiro Rafa Marquez.

Notícia atualizada às 17h45

Paulo Victor Correia, do Portal da Copa em Natal

Notícias Relacionadas

Estádio de Natal é o nono dos utilizados durante a Copa a obter o selo
+
Levantamento ouviu mil pessoas, no período de 12 a 25 de junho, e engloba visitantes estrangeiros e nacionais
+
Tradicional estádio cearense já recebeu nove jogos do Brasil, sendo dois amistosos e dois oficiais
+
Marcelo Mourão rodou o Nordeste pintado de verde e destacou a receptividade do povo brasileiro
+