Defensoria pública vai avaliar atuação da polícia para conter manifestantes no Rio

30/06/2013 - 20:44
Alguns integrantes do grupo de manifestantes que protestava nos arredores do Maracanã arremessaram objetos contra a polícia polícia, que revidou com bombas de gás e spray de pimenta para dispersá-los

Defensores públicos que acompanham a manifestação perto do Maracanã e o confronto com a polícia vão apurar se houve abuso ou exagero por parte das forças de segurança.

De acordo com Henrique Guelber, do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, 14 profissionais acompanharam a ação deste domingo para verificar a atuação da polícia, alguns in loco e outros na Central de Comando.

"Os primeiros objetos lançados foram por iniciativa dos manifestantes, então, de certa forma, foi legítima a reação da polícia. Houve esse início e eu não consigo afirmar se houve abuso ou não, não consigo fazer essa leitura agora. Foi um tumulto, um corre-corre, a gente não consegue definir".

O clima ficou tenso depois que um grupo dos manifestantes que protestam contra os investimentos públicos para a Copa do Mundo e contra a corrupção arremassou objetos, como latas e pedras, nos policiais, que revidaram com bombas de gás e spray de pimenta para dispersar o grupo. O conflito provocou corre-corre no local. Muitos manifestantes saíram correndo em direção à Praça Saens Peña.

O veículo blindado da Polícia Militar, conhecido como Caveirão, foi estacionado na esquina entre a Avenida Maracanã e a Rua Professor Henrique Rabelo, nos arredores do estádio.

Fonte: Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+