Em clima de confraternização no entorno do Mineirão, brasileiros e alemães demonstram confiança

08/07/2014 - 16:23
Festa fora do estádio transcorreu com tranquilidade, Torcidas das duas seleções apostaram em vitória e vaga na final

#Paulo César saiu de São José dos Campos para apoiar o Brasil no Mineirão. Ele aproveitou para mandar um recado para Neymar

Fotos: Pedro Oliveira/Portal da Copa#Peter Wankman(E) saiu de Dortmund para acompanhar a Copa no Brasil ao lado de um amigoAntes de a bola rolar para Brasil e Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo de 2014, o clima era de confiança entre os torcedores brasileiros na entrada do Mineirão. Com músicas, gritos e coros, os brasileiros incentivavam a seleção e aproveitavam para provocar os alemães, que, mesmo em menor número, também demonstravam confiança.

“O Brasil é um país fantástico e o povo é muito amigável, mas acho que hoje não vai ter festa para os brasileiros”, apostava o alemão Peter Wankman, que veio de Dortmund para apoiar a seleção germânica.

Do lado dos brasileiros, o carinho por Neymar servia de combustível para torcer ainda mais. “Minha mãe se refere ao Neymar quase como um filho. Eu vim para dar apoio a ele. É tóis, Neymar”, brincou Paulo César, que saiu de São José dos Campos para ver o Brasil no Mineirão e trouxe um cartaz para apoiar Neymar.

Além de brasileiros e alemães, torcedores de outros países também aproveitavam para vivenciar o clima de uma semifinal de Copa do Mundo. Robert Spong saiu de Curaçao, uma ilha no Caribe de colonização holandesa, para assistir de perto seu quinto Mundial. “Hoje estou torcendo para o Brasil, mas também torço para a Holanda. Espero que nos encontremos na final, mas meu coração vai ficar dividido”, admitiu.

Mateus Baeta, do Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Votação popular feita por meio do site da FIFA incluiu Neymar, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo na equipe ideal do torneio. Os argentinos Messi e Di María e o colombiano James Rodríguez também aparecem
+
Coordenador geral de seleções, Gilmar Rinaldi, confirmou que o Brasil será comandado pelo treinador da equipe de base, Alexandre Gallo, nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Novos membros da comissão técnica serão anunciados em breve
+
No total, mais de 3,05 milhões de pessoas se movimentaram pelo país durante o evento
+
Brasil e Argentina se enfrentarão no Estádio Ninho do Pássaro, na capital chinesa
+