Em Salvador, estrangeiros elogiam acesso à Arena Fonte Nova

21/06/2014 - 08:41
Os ajustes no Plano de Mobilidade da Copa apresentaram melhorias significativas na partida desta sexta-feira (20.06), entre Suíça e França

Palco de três das quatro maiores goleadas da Copa, a Arena Fonte Nova tem recebido turistas de diversas partes do mundo. Pelo estádio, já passaram caravanas de holandeses, espanhóis, portugueses, alemães, suíços e franceses, que ultrapassam a marca de 40 mil visitantes, quase a lotação de uma partida. Para atender essa demanda, que ainda inclui milhares de brasileiros, foram feitos ajustes no Plano de Mobilidade da Copa devido aos contratempos registrados nos primeiros dois jogos. As melhorias foram facilmente observadas nesta sexta-feira (20.06) e sobraram elogios dos visitantes que foram assistir Suíça x França.

“Tudo funcionou muito bem. A cidade é magnífica”, afirmou o suíço Mark Corminboeuf. Os hermanos também aprovaram o recém-inaugurado Metrô de Salvador. “Hoje no metrô estava tudo muito bom, estava bem tranquilo”, relatou a administradora argentina, Gisela Gajo, que veio com uma turma de argentinos para passar um mês na Bahia. A turista, que se impressionou com o congestionamento na primeira ida à arena, disse não ter encontrado dificuldades para fazer o credenciamento do grupo no site da Transalvador.

As alterações no esquema de mobilidade foram adotadas pela Superintendência de Trânsito de Transporte (Transalvador) no jogo Alemanha x Portugal, na última segunda-feira (16.06). Entre as mudanças mais significativas está o remanejamento da frota de ônibus especiais de locais com menor demanda para atender a pontos com maior fluxo de usuários. As linhas alteradas são: S1 (Shopping Barra): que aumentou de 8 para 10 ônibus; S4 (Salvador Norte Shopping /Aeroporto): de 10 para 20; S6 (Shopping Bela Vista): 11 para 20; S7 (Iguatemi): 22 para 33; S8 (Salvador Shopping): 14 para 34; e S9 (Shopping Barra - que atende a idosos e pessoas com baixa mobilidade): de dois para nove.

O clima de feriadão iniciado nessa quinta-feira (19.06) e que deve seguir até a próxima semana também contribuiu para que o trânsito fluísse tranquilamente, sem retenções nas principais vias de acesso à Fonte Nova. As linhas de ônibus especiais também operaram normalmente. O resultado disso? Turistas satisfeitos que já planejam uma nova vinda à capital baiana. “Já dei uma volta por tudo e achei incrível. As pessoas são muito agradáveis”, elogiou o francês Michel Bayou. A francesa Nadège Boquien também aprovou a infraestrutura da cidade. “Os aeroportos são muito bons, os serviços também e os táxis são seguros”, destacou.

Acesso ao metrô

Os torcedores com ingresso que quiserem ir até a Arena Fonte Nova de metrô têm duas opções: cadastrar um grupo de pessoas no site da Transalvador ou se dirigir ao estande da CCR Concessionária no Shopping Bela Vista e retirar as pulseiras de acesso ao transporte. A capacidade diária para dias de jogos é de duas mil pessoas. O ponto de partida é no Acesso Norte Linha 1 (próximo ao Shopping Bela Vista) e o desembarque é no Campo da Pólvora, de onde os torcedores caminharão poucos metros até o estádio.

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador
 

Notícias Relacionadas

Jogadores se impressionaram com o carinho dos torcedores na capital no dia 14 de julho de 1998. Dezenas de milhares de pessoas foram às ruas para receber com aplausos os vice-campeões mundiais
+
Estádios da Copa 2014 são pioneiros na busca de certificação ambiental internacional
+
Com 360 mil torcedores na Arena Castelão e mais de 500 mil na Fan Fest, a capital cearense se despediu do Mundial com legado social e de infraestrutura que ficará para a cidade
+
Tradição é a marca das quatro seleções que disputam a taça. Estádios continuam lotados, mas média de gols do torneio cai após as quartas de final
+