Estande do Brasil Orgânico no Recife reúne produtores experientes e estreantes

23/06/2014 - 12:41
O espaço foi instalado na Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, até a próxima sexta-feira (27)

Foto: Laura Cortizo/ Portal da Copa#O mexicano Wolfgang Willem elogiou a cachaça Sanhaçu, produzida no Agreste de PernambucoPernambuco, Rio Grande do Sul e Minas Gerais representam os pequenos produtores do país no estande do projeto Brasil Orgânico, instalado na Avenida Rio Branco, no Recife, última parada do projeto. O espaço, que conta com cinco “vitrines” repletas produtos tipicamente brasileiros como cachaça e goiabada cascão, tem sido bastante visitado pelos turistas curiosos para conhecer mais da cultura e gastronomia brasileiras. Entre os expositores, gente com uma boa experiência em eventos internacionais, mas também organizações que saíram do seus estados pela primeira vez. 

Responsável pela cachaça Sanhaçu, produzida no Agreste de Pernambuco, a gerente comercial Elk Barreto esteve também no estande montado em Manaus e diz que o resultado tem sido muito positivo. “É uma via de mão dupla: tanto o produtor tem a oportunidade de comercializar produtos ecologicamente corretos, como as pessoas de fora podem conhecer e experimentar essa produção”, conta Barreto, que também levou rapadura, açúcar mascavo e mel de engenho. Com seis anos de produção, a Sanhaçu já ganhou o mundo e em festival em Bruxelas realizado há quinze dias, ficou entre os 60 melhores destilados do mundo.

Quem se encantou com a bebida foi o mexicano Wolfgang Willem. “Já havia provado em Fortaleza, mas esta tem um sabor amadeirado e está uma delícia. Sabor e cheiro muito bons”, avaliou, comparando ainda a bebida com a tequila. O turista, que está hospedado em um navio atracado no Porto do Recife, estava de passagem e prometeu comprar cachaça e os doces na volta. “São todos muito atenciosos. O espaço é apropriado”, pontuou.

Outro sucesso do estande são os doces e biscoitos da Associação dos Pequenos Produtores Rurais, Artesãos e Doceiras de Belmiro Braga, que reúne 35 famílias em Minas Gerais. Saindo pela primeira vez das terras mineiras, a expectativa é que este seja só o primeiro passo no processo de divulgação e valorização dos produtos. “O nosso primeiro dia já foi muito movimentado. É bacana porque estamos vendendo produtos típicos, termina valorizando a agricultura familiar e a economia solidária”, afirmou Lygia Brasileiro, uma das produtoras. Segundo ela, apesar de a maioria dos compradores ser de estrangeiros, muitos brasileiros também têm comprado os doces, muitas vezes por terem uma relação afetiva com comidas como biscoito de nata e casadinho de goiabada.

Entres os brasileiros que visitaram o estande estava o casal Myrzania Guerra e Carlos Coelho. Ambos formados em agronomia, eles revelaram que ficaram curiosos por se tratar de produtos orgânicos. “Superou minha expectativa pela diversidade, por ter produtos de outras regiões que não só aqui do Recife. A degustação também é muito importante”, pontuou.

Local estratégico

Situada entre a FIFA Fan Fest e um dos mais importantes pontos turísticos do Recife, o Marco Zero, o estande do Brasil Orgânico na capital pernambucana tem sido elogiado pela localização. Além dos turistas de várias nacionalidades que visitam o Bairro do Recife para conhecer pontos como o Museu do Frevo, o Centro de Artesanato e a Rua do Bom Jesus, muitos mexicanos têm passado no local. É que o navio com 3,5 mil deles está atracado ali perto. Outra facilidade do projeto é contar com dois tradutores, um em inglês e outro em espanhol, para facilitar a comunicação entre produtores e clientes.

Por Laura Cortizo, do Portal da Copa no Recife

Notícias Relacionadas

Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Capital pernambucana foi considerada boa ou ótima por 82,3% dos visitantes que estiveram na cidade durante o período de jogos da Copa do Mundo
+
O espaço com telão atraiu uma multidão de pernambucanos para o Bairro do Recife, com uma programação de shows de frevo e coco
+