Estudantes do Mais Educação realizam sonho de ingresso na Copa

13/06/2014 - 16:20
Sorteio contemplou 901 escolas públicas nas 12 cidades-sede. Alunos estão na expectativa

A Copa do Mundo tem um significado especial para 901 escolas públicas contempladas no sorteio de 48 mil ingressos doados pela FIFA para programas sociais brasileiros. Estudantes que dificilmente teriam condições de assistir a uma partida do Mundial conquistaram o direito de ocupar assentos nas arquibancadas ao lado de um responsável. As escolas estão localizadas nas cidades-sede e integram o Programa Mais Educação.

O Mais Educação tem por conceito aumentar a jornada dos alunos nas escolas públicas em até sete horas diárias, articulando disciplinas curriculares com diferentes campos de conhecimento e práticas socioculturais. Em 2013, 49 mil escolas participaram do Mais Educação, sendo que quase 32 mil possuíam maioria de alunos beneficiários do Bolsa Família.

Foto: Fabricio Faria/Portal da Copa#Pai e filho, Júlio César e Rafael vão assistir à semifinal no Mineirão

Belo Horizonte: de olho na semifinal

A capital mineira foi contemplada com 2,2 mil ingresso para 43 escolas da rede pública que têm alunos do programa “Mais Educação”. Os ingressos são para os quatro jogos da primeira fase, para um jogo das oitavas de final e para um jogo da semifinal. Vinte e cinco alunos da Escola Estadual José Mendes Corrêa fazem parte do grupo de contemplados. Entre eles Rafael Pallarino, de nove anos, que está na quarta série do ensino fundamental. Ele conta que nunca imaginou que poderia assistir a um jogo de Copa no estádio e quase não acreditou quando soube que a partida será de semifinal. “O Brasil vai sair como líder do grupo na primeira fase e vai jogar a semifinal no Mineirão”, afirma o garoto, confiante.

Já a alegria de Júlio César Xavier, pai de Rafael, é em dobro. O porteiro de 44 anos ficou feliz com a satisfação do filho e com a sorte de ser pai de uma criança contemplada. Júlio César é beneficiário do programa Bolsa Família e mora com os dois filhos e a esposa. Ele já está planejando vestir camisa do Brasil e levar bandeiras para assistir ao lado do filho ao jogo. “Quando ficamos sabendo, foi uma festá só. A minha esposa não parou de me ligar”, contou.

A diretora da Escola, Camem Malta, se emocionou ao ver a alegria nos olhos de cada aluno. “Não só o Governo Federal, mas todas as empresas que têm condições deveriam ter esse tipo de atitude. Temos aqui crianças de área de risco, carentes, que vão ter uma oportunidade única. E muitos nem conhecem o estádio. Quase todos choraram e não acreditaram. Enquanto não viram o nome deles no papel, não acreditaram”, disse a diretora.

Fabricio Faria, do Portal da Copa em Belo Horizonte

Brasília: À espera de Neymar

Da televisão de casa para o Estádio Nacional Mané Garrincha. O sorteio dos ingressos na Escola Classe 314 Sul, em Brasília, alterou o planejamento de Emmanuel Ribeiro, sete anos, para a Copa do Mundo. O aluno do segundo ano ganhou o direito de assistir a Brasil x Camarões, em 23 de junho, na arena da capital federal. Será o terceiro jogo da Seleção Brasileira na primeira fase do torneio.

Habituado a assistir futebol pela televisão, o pequeno torcedor do Flamengo poderá ver de perto seu ídolo, que não tem nada de rubro-negro: o camisa 10 Neymar. “Ele tem muita habilidade”, justifica. Emmanuel já escolheu seu parceiro de arquibancada. O garoto torcerá pelo Brasil acompanhado do pai, o servidor público Isaías Aparecido, de 37 anos. “Vai ser legal ele ir junto comigo”, conta.

Emmanuel não liga para o poderio ofensivo de Camarões, que conta com o craque Eto’o, do clube inglês Chelsea. Ele acredita que a Seleção Brasileira vencerá os africanos por 4 x 0. “Com três gols de Neymar e outro do Hulk”, aposta. Ele prevê campanha com vitórias nos sete jogos e volta olímpica no Maracanã.

Foto: Renato Freire/Portal da Copa#Emmanuel está na contagem regressiva para ver, com o pai, a partida entre Brasil x Camarões no Estádio Nacional Mané Garrincha

Renato Freire, do Portal da Copa em Brasília

Cuiabá: 110 escolas contempladas

Na Escola Estadual Antônio Epaminondas, no bairro da Lixeira, em Cuiabá, seis alunos foram contemplados. Eles irão assistir à partida do dia 17 de junho, entre Rússia e Coreia do Sul, na Arena Pantanal. Para Ampelio Raphael Galvan Delazari, 18 anos, será a oportunidade de conhecer um estádio pela primeira vez. “E será em grande estilo, em uma partida de Copa do Mundo”.

O jogo, marcado para as 18h, será no mesmo dia em que a Seleção Brasileira irá enfrentar a mexicana, mas duas horas após a segunda partida do Brasil na competição. Para o professor Jorge Ribeiro, 55 anos, que irá acompanhar o filho Vinícius Barbosa de Souza Ribeiro, 14 anos, um dos sortudos, a coincidência não será problema.

“Poderemos ver a partida no telão do próprio estádio, que por sinal, parece ser bem confortável”, relata. Empolgado, o filho ainda só não sabe para quem irá torcer. “Acho que irei comemorar todos os gols que forem saindo, independentemente da seleção”, conta.

Ao todo, 110 escolas públicas e municipais de Cuiabá inseridas no Mais Educação foram contempladas. Serão quatro partidas na capital mato-grossense, todas na fase de grupos. “É uma oportunidade para muitas pessoas prestigiarem de perto um evento tão grande”, disse a diretora da Escola Estadual Antônio Epaminondas, Rosângela Ferraça Raquete.

Foto: Helson França/Portal da Copa#Alunos e integrantes do corpo docente da Escola Estadual Antônio Epaminondas, uma das contempladas em Cuiabá

Helson França, do Portal da Copa em Cuiabá

Curitiba: estreia na Arena da Baixada

Mais de 2 mil alunos de 69 escolas municipais de educação integral de Curitiba vão assistir a uma das partidas da Copa na Arena da Baixada. No total, 4.214 ingressos foram sorteados e cada aluno recebeu um par. Segundo levantamento da Prefeitura de Curitiba, a maioria dos alunos da Escola Municipal Arnaldo José da Cruz, no Alto Boqueirão, nunca foi a um estádio. É o caso de Bianca da Silva Velinek, de 8 anos. Ela assistirá ao jogo entre Irã x Nigéria (16.06) acompanhada por seu pai, Márcio. “Estou ansiosa. Deve ser muito legal dentro de um estádio”, diz a estudante.

Na mesma contagem regressiva está Bryan Victor dos Santos Rodrigues, de 9 anos. O menino é integrante do time de futebol da escola e verá a mesma partida na companhia do pai. “O que mais ouço ultimamente em casa é eles dizendo que está chegando o grande dia”, conta a mãe de Bryan, Izanira dos Santos Paula.

Já a professora Mariane Taiane Biudes foi uma das poucas do corpo docente a ser sorteada. “Para mim foi uma surpresa muito grande. É uma oportunidade única, certamente será inesquecível”, falou. Mariane também assistirá uma partida de futebol pela primeira vez dentro do estádio.

Foto: Angelo Binder/Portal da Copa#Muitos alunos da Escola Municipal Arnaldo José da Cruz, no Alto Boqueirão, nunca foram a um estádio

Angelo Binder, do Portal da Copa em Curitiba

Fortaleza: presente de aniversário para a família toda

O estudante José Adrian completou 13 anos no último dia 21 de maio. E o melhor presente que ele poderia ganhar veio em forma de notícia. À tarde, quando chegou para estudar na Escola Municipal Professor Luís Costa, em Fortaleza, ficou sabendo que foi sorteado para assistir à partida do Brasil contra o México no dia 17, na Arena Castelão, pela segunda rodada da fase de grupos. “Foi um presente que não esperava. Fiquei muito feliz”, disse o tímido menino, que cursa o sétimo ano e acha que o atacante Neymar será o destaque do Brasil no Mundial.

Mas o presente não foi apenas para Adrian. A irmã dele, Adriely, de 10 anos, também foi sorteada para ver a Seleção Brasileira. “No ano passado, na Copa das Confederações, eu já queria muito ter ido. Agora vamos todos”, disse ela, que tem como preferido o atacante Hulk.

A mãe do casal, Maísa Oliveira, era uma das mais empolgadas quando os 25 alunos sorteados na escola receberam os ingressos. “Eles (José Adrian e Adriely) ficaram pulando de alegria quando souberam”, contou Maísa, que irá ao estádio como acompanhante dos meninos.

No total, sete mil ingressos foram distribuídos em 146 escolas públicas de Fortaleza para os jogos na Arena Castelão.

Foto: Thiago Cafardo/Portal da Copa#José Adrian, Adriely e a mãe, Maísa, vão assistir a Brasil x México no Castelão

Thiago Cafardo, do Portal da Copa em Fortaleza

Manaus: encontro marcado na Arena da Amazônia

Na Comunidade São Francisco, a 20 quilômetros do centro de Manaus, a Escola Municipal Irmã Serafina Cinque, que fica no Tarumã, zona oeste da cidade, foi uma das escolhidas para receber ingressos para serem sorteados entre os estudantes. A escola tem 300 estudantes divididos em 11 turmas, nos turnos matutino e vespertino.

Os estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental ficaram eufóricos com a notícia de que teriam a possibilidade de assistir a um dos jogos na Arena da Amazônia. O diretor da Escola, José Francisco, recebeu 50 ingressos para serem sorteados. “Para a gente foi muito motivador, até para a nossa pedagogia. Passamos a incluir nas aulas o contexto sócio-econômico dos países que vão estar em Manaus”, disse o professor Francisco.

Dos 50 ingressos, 48 foram sorteados entre 24 alunos e seus acompanhantes. Os outros 2 ingressos são para dois professores que vão organizar a ida até o Estádio da Copa em Manaus. Rayssa Carolina, de 9 anos, foi uma das sorteadas com o ingresso para assistir à partida entre Suíça e Honduras, no dia 25 de junho. “Muita Felicidade. Vou conhecer a arena e poder estar lá com a minha mãe, vai ser demais”, disse Rayssa.

Foto: Agnaldo Oliveira Junior/Portal da Copa#"Vou conhecer a arena e poder estar lá com a minha mãe, vai ser demais”, disse Rayssa, nove anos.

 

Agnaldo Oliveira Júnior, do Portal da Copa em Manaus

Porto Alegre: uma aventura surreal nas oitavas

A oportunidade rara de assistir a uma partida de Copa do Mundo agitou a rotina no Conjunto Habitacional Costa e Silva, no bairro Rubem Berta, zona norte de Porto Alegre. Ali, 24 crianças e adolescentes, alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Lídia Moschetti, aguardam desde maio pelo dia de vivenciar a experiência. A escola foi a única entre as 115 sorteadas pela Caixa Econômica Federal no Rio Grande do Sul a receber ingressos para jogo das oitavas de final do torneio, no dia 30 de junho,  Beira-Rio.

A expectativa é grande para os colegas Kauã Rossi Leão, nove anos; Mateus Godois Luiz, 11; Andrew Rosa da Costa, 10; todos do 4º ano, e Miguel Silva Marcelli, 9, do 3º ano, todos beneficiários do Mais Educação, do governo federal. Oriundos de famílias modestas, eles esperam desfrutar ao máximo esse momento único.

O quarteto de colorados espera se divertir a valer no Beira-Rio, que será novidade para Kauã e Miguel. Além da emoção da partida, eles apostam na empolgação de uma arena lotada com torcedores de diversos países. “Vai ser muito bacana. Meu pai, que vai ao jogo comigo, ficou muito contente quando soube”, conta Miguel.

Kauã quer voltar os olhos para o campo e conferir ao vivo o futebol de craques que ainda não sabe quais serão – para essa etapa do torneio ainda não foram definidos os confrontos. Mas quando o assunto são os atletas da Seleção, todos sabem o elenco na ponta da língua. “O Júlio César vai ser o goleiro titular. Vai se recuperar da Copa de 2010”, projeta Andrew.

Ele e Mateus acalentam o sonho de se tornarem jogadores de futebol. Mas não descuidam dos estudos. “É importante estudar e aprender. Isso vai nos ajudar a encontrar empregos melhores”, diz Mateus.

A maturidade nas respostas dos pequenos não surpreende a diretora da escola, Eneida Marchetti Pasquali. “Os alunos que acolhemos aqui amadurecem cedo, por conta do contexto em que vivem. Todos têm família, mas o grau de estruturação em cada núcleo é diferente”, observa.

Segundo ela, Kauã, Mateus, Andrew e Miguel apresentam um bom rendimento escolar. “Eles têm bom relacionamento com os colegas na escola. Gostam de brincar, jogar futebol, participar de atividades em grupo e são bastante interativos”.

Sobre a experiência pela qual os garotos irão passar e a perspectiva de futuro, Eneida é objetiva. “Tudo que há em beneficio as crianças é válido, e acho que para o futuro deles será bom, pois terão a lembrança de ter passado por essa experiência, que é surreal pra eles”.

Foto: Claudio Medaglia/Portal da Copa#Kaua, Mateus, Andrew e Miguel: oportunidade única de curtir o Beira-Rio numa partida de mata-mata da Copa

Claudio Medaglia, do Portal da Copa em Porto Alegre

Recife: A Copa da Sorte para alunos da rede pública

A sorte em concursos e prêmios nunca esteve ao lado de Josivaldo Barbosa, estudante de 17 anos da rede pública de Pernambuco. Mas parece que a chegada da Copa do Mundo ao estado trouxe bons ventos: ele foi um dos sorteados para receber um ingresso para um dos cinco jogos que serão realizados na Arena Pernambuco. No Recife, 113 escolas municipais e estaduais que participam do programa Mais Educação foram contempladas com 50 ingressos cada, o que inclui bilhetes para crianças e acompanhantes.

“Foi bem inesperado. Na hora que vieram na sala anunciar fiquei sem acreditar muito, porque nunca tive sorte com essas coisas”, confessou Josivaldo, que vai conferir de perto a partida entre Itália e Costa do Marfim, no dia 23 de junho. Animado, o estudante já sabe por quem vai torcer. “Tenho um primo que sempre viaja para a Itália e por isso eu comecei a conhecer algumas coisas de lá, como cultura, história e gastronomia. É um país incrível. Vou torcer para eles”, pontuou.

Tuanne Carvalhal, de 15 anos, também contemplada pelo sorteio, segue na mesma torcida pelos italianos e conta que a expectativa está grande. “Nunca fui à Arena Pernambuco e, como a Copa do Mundo é uma coisa grandiosa, eu nem consigo imaginar como vai ser. Espero que seja lindo”, afirmou a jovem, que vai ao jogo acompanhada pela mãe. “Minha família sempre se reúne para assistir aos jogos. Estou feliz porque, dessa vez, eu vou estar dentro do estádio”, comemorou ela. 

Foto: Laura Cortizo/Portal da Copa#Josivaldo e Tuanne pretendem torcer pela Itália contra a Costa do Marfim na Arena Pernambuco

Laura Cortizo, do Portal da Copa no Recife

Foto: Giuliander Carpes/Portal da Copa#As gêmeas Ana Clara e Ana Cássia foram sorteadas para a grande decisão do Mundial, no Maracanã, em 13 de julho

Rio de Janeiro: ingressos para a final

Entre todos os beneficiados pelos ingressos da Copa do Mundo, os alunos da Escola Municipal Coronel José Gomes Moreira estão entre os mais sortudos. A instituição de ensino da Vila Kennedy, uma favela pacificada localizada em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, foi a única a receber 50 ingressos para o jogo mais cobiçado do Mundial: a grande decisão do dia 13 de julho no Estádio Maracanã.

As gêmeas Ana Clara e Ana Cássia da Silva Rocha, 7 anos, alunas da segunda série da escola, sintetizam essa sorte. Ambas estão entre os 24 alunos sorteados para irem com responsáveis à partida – a escola tem 477 estudantes de primeira à quinta série do ensino fundamental.

“Toda a nossa família vai poder ir no jogo mais aguardado do mundo. Eram ingressos que a gente não teria a mínima condição de comprar. Para mim é como se tivéssemos ganhado na Mega-Sena. ”, conta a dona de casa Valquíria Silva Portugal, 34 anos, mãe das duas felizardas, que irá conhecer o Maracanã ao lado delas e do marido Aldeir Santos Rocha.

Clara e Cássia chegaram em casa mostrando orgulhosas um bilhete da diretora Marli Rodrigues avisando dos ingressos. “Nem acreditamos. Tive que vir checar na escola. As duas agora só falam na Copa”, diz Valquíria, ao lado das suas tímidas filhas. Elas torcem para poderem ver seu maior ídolo na final: Neymar. “A gente gosta do Fred também. O adversário pode ser a Espanha”, afirma Cássia.

Nicolas Luis de Jesus Fróes, de 8 anos, foi outro dos sorteados da escola. A mãe Roberta de Jesus, 30 anos, conta que o ingresso causou uma disputa interna na família. “Todo mundo queria ser o responsável para ir com ele. Eu mesma queria muito, mas deixei ele escolher. Ele escolheu o avô.”

A diretora Marli Rodrigues conta uma curiosidade do sorteio: “foram os alunos mais levados que ganharam os ingressos”. Há 27 anos trabalhando na escola, ela brinca que cada um dos funcionários acaba apadrinhando um dos mais bagunceiros. “O Nicolas é o meu ‘filho’ aqui dentro. A gente espera que ele possa fazer menos bagunça agora que ganhou o bilhete.”

Giuliander Carpes, do Portal da Copa no Rio de Janeiro

Salvador: juntos no clássico que reedita a final

Imagine assistir a um dos principais jogos da primeira fase da Copa de graça? Em Salvador, 24 estudantes terão esse privilégio na partida que repete a final de 2010: Espanha x Holanda. Os alunos da Escola Estadual Severino Vieira, no bairro de Nazaré, foram contemplados com um par de ingressos para o jogo desta sexta-feira, na Arena Fonte Nova.

Torcedor do Bahia, Aguinaldo Silva Junior, 14 anos, estudante do 9º ano, assistirá o jogo com o pai. “Nem todos têm essa oportunidade, essa sorte. Fiquei muito feliz”, afirmou o aluno, acrescentando que vai torcer pela Espanha. O colega de sala e torcedor do Vitória, André Luiz da Costa Guerra, 14 anos, também está empolgado, mas acredita em um resultado apertado. “Vai ser bom, mas acho que vai ser empate”, comentou o estudante, que entrará pela primeira vez na Arena Fonte Nova.

A notícia de que foi sorteada surpreendeu Adriane Fonseca, 12 anos. A aluna do 6º ano chegou a pensar que se tratava de uma brincadeira. “Eu achei que era mentira e quando eu descobri que era verdade fiquei feliz”, revela. Emocionada, a diretora da escola, Ana Paula Rodrigues, comemorou a oportunidade. “Um evento desses, a nível internacional e eles serem escolhidos, pra mim foi super, super gratificante”, ressalta.

Foto: Mellyna Reis/Portal da Copa#Os alunos da Escola Estadual Severino Vieira foram contemplados com tíquetes para Espanha x Holanda, na Fonte Nova

Mellyna Reis, do Portal da Copa em Salvador (BA)

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+