Estudo vai apontar melhor estratégia de gestão para a Arena da Amazônia

09/05/2014 - 21:46
Estádio passou por teste durante jogo da Copa do Brasil, na quinta. Plano é fazer mais uma avaliação antes da Copa

Michael Dantas/Agecom/Divulgação#

O governador do Amazonas, José Melo, afirmou que o estado contratou uma empresa de consultoria para apontar o melhor modelo de gestão para o palco de quatro jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014. “A Ernest & Young está fazendo um trabalho para indicar o melhor destino da arena e do complexo ao redor, no sentido de transformá-la numa arena multiuso e sustentável”, disse. Na quinta-feira (8.05), a Arena da Amazônia recebeu o sexto jogo desde sua inauguração, em 9 de março. A partida entre Santos e Princesa do Solimões terminou com vitória paulista por 2 x 1. O estádio, com capacidade para 42 mil torcedores, reuniu 19 mil pessoas. Havia 20 mil ingressos à venda. Por enquanto, apenas o anel inferior tem sido liberado. 

Antes do Mundial, um segundo evento-teste oficial está previsto em Manaus. Segundo informações do governo do estado, a intenção é trazer para o estádio um jogo da Série A do Brasileirão. O jogo mais visado é o que reunirá Flamengo x Bahia. As atividades são consideradas indispensáveis para treinar a equipe operacional. "Na construção da Arena da Amazônia não houve muito a ser corrigido ao longo dos seis eventos até agora. Esses jogos foram importantes para o treinamento das equipes que atuarão durante e após a Copa na Arena da Amazônia. Atualmente, a Arena já passa por adaptações e montagem das estruturas que funcionarão durante a Copa", afirmou o Secretário da UGP-Copa no Amazonas, Miguel Capobiango.

Treinamento de efetivo

Três UTIs Móveis e uma ambulância de unidade básica com efetivo de 15 profissionais da área da saúde fizeram os atendimentos médico. Doze ocorrências sem gravidade foram registradas. Ao todo, 1.600 servidores trabalharam durante a partida, entre policiais militares, civis, Corpo de Bombeiros, agentes do Detran-AM, ManausTrans e Vigilância Sanitária.

“Estamos utilizando todos os recursos que recebemos para a Copa do Mundo e testando nossa capacidade. Entre eles, as plataformas de observação elevada e os centros móveis, verificando a utilização adequada para uso eficiente no Mundial”, disse o coordenador adjunto do Centro Integrado de Comando e Controle de Segurança Local, Tenente Coronel Cláudio da Silva.

Agnaldo Oliveira Júnior, do Portal da Copa em Manaus (AM)

Notícias Relacionadas

Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+
Pico de participação do público foi registrado no dia da partida entre Brasil 0 x 0 México, em 17 de junho, quando 438 mil torcedores compareceram aos locais de transmissão dos jogos
+
Iniciativa da FIFA, com apoio do governo federal, levou atividades físicas e noções de saúde para alunos de escolas públicas
+