Fábrica Social abre inscrições para nova turma no Distrito Federal

06/03/2014 - 17:55
Serão mais 700 vagas para o programa de capacitação, que já beneficia 1,2 mil pessoas. Oficinas começam em abril. Saiba como se inscrever

Participantes dos programas Bolsa Família e DF sem Miséria podem se inscrever, a partir desta quinta-feira (06.03), para a terceira turma do Fábrica Social. O programa de capacitação do governo do Distrito Federal abrirá 700 vagas, que serão sorteadas no dia 21 de março.

As inscrições vão até o dia 20 de março e serão feitas pela central telefônica 156. No programa, os alunos aprendem a fabricar mochilas, uniformes escolares, bolas e redes esportivas, entre outros itens.

As oficinas de capacitação serão divididas inicialmente em dois turnos com, no máximo, seis horas de duração (manhã e tarde). Os cursos oferecidos incluem bordado industrial; serigrafia; corte, costura e confecção de uniformes; corte e costura de laminados (material usado para fazer bolas esportivas); confecção de bolas e redes esportivas; operação e manuseio de máquinas e equipamentos industriais.

Os cursos têm duração de até dois anos, e além do auxílio-alimentação no valor de R$ 304, os participantes recebem auxílios transporte, assiduidade e produtividade. Dessa forma, cada aluno pode chegar a uma renda mensal de até R$ 2 mil.

Todo material produzido é doado a escolas e creches públicas, presídios e unidades de internação, além de órgãos do Distrito Federal. Ao final do curso, os participantes estarão aptos a operar e consertar maquinário, produzir itens esportivos, jogos educativos, além de uniformes escolares e profissionais, como jalecos hospitalares.

Inscrições

Quando: Entre 6 e 20 de março.

Como: Pela central telefônica 156 – opção 9, subopção 3. De segunda a sexta-feira, de 7h às 19h, exceto feriados.

Etapas: No dia 21 de março, as vagas serão sorteadas. Quem não for contemplado passa a integrar o cadastro reserva.

Entre 31 de março e 11 de abril, os selecionados farão a matrícula. Nesta fase, a documentação e o cumprimento dos pré-requisitos passam por verificação.

Quem pode participar: Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal com renda per capita de até R$ 140, idade mínima de 16 anos e cadastro atualizado no Centro de Referência em Assistência Social (Cras).

Reserva de vagas: 5% das vagas são destinadas a pessoas com deficiência; outros 5%, para pessoas idosas, e ainda, 5% para adolescentes em conflito com a lei, a partir de 14 anos, que estejam cumprindo medidas socioeducativas.

Leia também:

» Secretário-geral da FIFA e ministro do Esporte visitam programa de capacitação profissional em Brasília

Fonte: Governo do Distrito Federal

Notícias Relacionadas

Sommeliers, maitres, garçons e ajudantes tiveram aulas de inglês, português e ética. Conhecimentos no novo idioma melhoram comunicação com clientes estrangeiros
+
Conheça o trabalho dos narradores que levam a emoção dos jogos do Mundial a quem sintoniza a 88,9 FM das arquibancadas do estádio do Rio de Janeiro
+
Português enfrentou o Brasil em 2008 e perdeu por 6 x 2 no Bezerrão. Ele será o terceiro da lista dos melhores da FIFA a jogar no Mané Garrincha nesta Copa
+
Brasileiros que não vivem na capital compraram 29% dos ingressos para o jogo, segundo a FIFA
+