Jogadores da Seleção Brasileira se encontram com a presidenta Dilma. Com lesão, Fred é cortado

02/09/2013 - 18:20
Seleção Brasileira chegou nesta segunda-feira a Brasília. Partida contra a Austrália será no sábado, no Estádio Nacional Mané Garrincha

A delegação da Seleção Brasileira foi recebida pela presidenta Dilma Rousseff no fim da tarde desta segunda-feira (02.09) no Palácio da Alvorada, em Brasília. Os jogadores levaram o troféu da Copa das Confederações, conquistado em junho, e entregaram uma camisa autografada para a presidenta. A Seleção está em Brasília para disputar um amistoso contra a Austrália, no dia 7 de setembro, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Mais cedo, o técnico Luiz Felipe Scolari anunciou o corte do atacante Fred, por conta de uma lesão muscular na coxa direita. O jogador passou por exame de ressonância magnética que constatou a contusão. Ele terá de ficar longe dos campos por cerca de dois meses e também não poderá enfrentar a seleção de Portugal, no amistoso do dia 10 de setembro, em Boston, nos Estados Unidos.

Para o lugar de Fred, o técnico Luiz Felipe Scolari convocou Alexandre Pato, que se apresentará nesta terça-feira. O atacante do Corinthians chega a tempo do primeiro treino da Seleção em Brasília, marcado para as 15h30, no Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros.

Quem também vai se juntar ao grupo nesta terça é Neymar.  O atacante do Barcelona terá de se submeter, no Rio de Janeiro, a uma revisão da cirurgia que fez nas amígdalas. Ele se apresentará à tarde em Brasília.

Os outros convocados por Felipão já estão em Brasília. Durante a apresentação de um novo patrocinador da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o capitão da Seleção Brasileira, Thiago Silva, e o volante Paulinho falaram sobre a expectativa de voltar a vestir a camisa canarinho diante da torcida. O Estádio Nacional Mané Garrincha foi o palco da estreia do Brasil na Copa das Confederações, com vitória por 3 x 0 sobre o Japão. “Naquele jogo a torcida nos incentivou do primeiro ao último minuto e isso foi fundamental  para a gente fazer um grande jogo e ganhar da forma que foi contra o Japão”, lembrou Thiago Silva.

Para o capitão, a lembrança mais marcante da campanha do título da Copa das Confederações foi o hino nacional, cantado a plenos pulmões por jogadores e torcida antes das partidas do Brasil. “Até acompanhei uma entrevista do (Vicente) Del Bosque, treinador da seleção espanhola, dizendo que o hino praticamente arrebentou com eles, que o jogo já começou 1 x 0 pra gente, palavras dele. Acho que a torcida é muito importante para a gente. Quando a torcida abraça a seleção é uma coisa de louco. A gente não sabe nem como se expressar para agradecer”, exaltou o zagueiro.

Paulinho também demonstrou alegria de poder reencontrar a torcida e receitou muito treino para vencer a Austrália no sábado. “É trabalhar forte durante a semana para conquistar um resultado positivo, que é importantíssimo para a Seleção Brasileira. Como conseguimos uma grande conquista na Copa das Confederações, temos que dar continuidade”, resumiu.

Thiago Silva frisou que os amistosos antes da Copa do Mundo de 2014 são estratégicos para a preparação da Seleção. “Como a gente não tem Eliminatórias, esse jogo serve como aprendizado, como se fossem três pontos, mesmo não valendo. Vejo o grupo bem motivado e espero que esse recomeço dentro de casa possa nos trazer bons frutos no futuro”, encerrou.

Mateus Baeta - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+