Goal to Brasil reúne mais de 200 profissionais de turismo no Uruguai

19/04/2013 - 10:49
Em sua 11ª edição, evento apresentou, em Montevidéu, informações sobre as cidades-sede da Copa do Mundo. País vizinho é o segundo maior emissor de turistas para o Brasil na América do Sul

Mais de 200 profissionais de turismo e formadores de opinião do Uruguai participaram da 11ª edição do Goal To Brasil, na quinta-feira (18.04), em Montevidéu. O evento, realizado pela Embratur, é focado em operadores turísticos, que levam informações sobre as cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014 aos principais mercados emissores de turistas para o Brasil.

Na América do Sul, o Uruguai é o segundo maior emissor de turistas ao Brasil, sendo superado somente pela Argentina. Em 2010, o Uruguai ocupava o quarto lugar, e em 2011, passou a ocupar o terceiro no ranking geral de emissores de turistas para o Brasil. Mas ainda é possível crescer mais, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino. “Precisamos intensificar o fluxo de turistas entre Brasil e Uruguai, e para isso, é necessário melhorar a conexão entre os dois países”, defendeu o presidente.

Durante o encontro com os jornalistas, o presidente ressaltou a importância do turismo para a movimentação da economia do país e detalhou as iniciativas do Brasil nos preparativos para os próximos eventos esportivos. “O governo brasileiro está investindo R$ 33 bilhões de reais para realizar os próximos grandes eventos esportivos”, disse Flávio Dino. O objetivo, segundo ele, é melhorar as condições de turistas e dos próprios moradores das cidades. “O turismo representa 3,2% do PIB. O governo brasileiro tem consciência da importância do segmento e trabalha para alcançar melhores resultados".

O interesse especial dos uruguaios pelos megaeventos tem um motivo muito concreto: a seleção de futebol daquele país está classificada para a Copa das Confederações deste ano, por ter vencido a última edição da Copa América. Um dos participantes do Goal to Brasil em Montevidéu foi o ex-jogador uruguaio Hebert Revetria, que atuou Cruzeiro na década de 1970.

Cultura mineira
Belo Horizonte, que será cidade-sede da Copa do Mundo e da Copa das Confederações, foi a “anfitriã” do encontro no Uruguai. “Temos opções de roteiros de ecoturismo e aventura, turismo gastronômico e 60% do patrimônio histórico brasileiro está em Minas Gerais”, disse o secretário estadual de Turismo, Agostino Patrus. Durante o Goal to Brasil em Montevidéu, Belo Horizonte pôde apresentar sua gastronomia e cultura.

Fonte: Embratur

Notícias Relacionadas

No confronto entre Brasil x Colômbia, pelas quartas de final, a lotação hoteleira de Fortaleza alcançou 97%
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Entrada de divisas alcançou 797 milhões de dólares, novo recorde mensal desde que o Banco Central começou a calcular essa informação, em 1948
+
Embratur destaca a visibilidade do Brasil após a organização do Mundial
+