Governador do Rio Grande do Sul visita obras em subestação de energia elétrica

08/02/2013 - 15:32
Objetivo foi acompanhar andamento das obras de infraestrutura energética do estado para a Copa do Mundo de 2014

Caco Argemi/ Palácio Piratini#O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, visitou nesta sexta-feira (08.02) a Subestação Porto Alegre 12, no bairro Petrópolis, que está passando por uma ampliação da capacidade de fornecimento de energia elétrica. O objetivo foi acompanhar o andamento das obras de infraestrutura energética do estado para a Copa do Mundo de 2014.

Para o chefe do executivo local, apesar de todas as dificuldades da empresa, com passivos trabalhistas, do tempo da privatização, a companhia permaneceu operacional e pública. “É uma empresa saudável e isso se deve ao seu corpo técnico”, ressaltou Genro.

As obras da Copa estão dentro do programa “RS Mais Energia” que, por meio das duas empresas do Grupo: a Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT) e a Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D), terá investimentos de aproximadamente R$ 3,5 bilhões, no período de 2012 a 2014. Desse total, R$ 2,3 bilhões são recursos pagos pelo Governo Federal, referente à Conta de Resultados a Compensar (CRC), e outra parte de financiamentos feitos pela instituição junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

Parte dos recursos já está sendo aplicado na construção de 11 subestações de energia e na instalação de 78 novos alimentadores em Porto Alegre, que irão tornar as redes mais resistentes e, consequentemente, o sistema de energia da capital mais confiável.

"O investimento, somente na distribuidora, nos próximos dois anos, supera o valor de R$ 1 bilhão. Isso vai dar condições para, a partir de 2014, termos um outro patamar de abastecimento", disse Sérgio Dias, presidente do Grupo CEE. Para exemplificar, ele cita que em Porto Alegre, durante 70 anos, foram construídas 14 subestações. "Só nesses próximos anos, vamos construir 11 subestações”.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Notícias Relacionadas

Arena é a sétima construída para a Copa do Mundo a ter selo que atesta adoção de medidas sustentáveis na edificação. Capital gaúcha passa a ter dois palcos com registro do Green Building Council
+
Foi movimentado mais de um bilhão de reais na economia do estado, que recebeu 160 mil turistas estrangeiros e teve taxa média de ocupação hoteleira de 80%
+
Polícia Rodoviária Federal decidiu reforçar a vigilância em rodovias de acesso ao estado do Rio Grande do Sul usadas por torcedores do país
+
Espaços oferecem entretenimento, local para descanso, informações turísticas, internet wifi e outras comodidades para os viajantes. No Santos Dumont, 26,8 mil pessoas aproveitaram a estrutura oferecida
+