Governo federal entrega equipamentos de segurança em Manaus

04/04/2014 - 12:02
Embarcações, kits antibomba e de armamento não letais ficarão como legado da competição para o estado do Amazonas

Fotos: Abelardo Mendes Jr/Portal da Copa#O ministro Cardozo e o vice-governador Melo assistiram a demonstrações dos equipamentos antibombaA cidade-sede Manaus, que receberá quatro jogos da Copa do Mundo em junho, está mais segura por conta do torneio. Na noite desta quinta-feira (03.04), os governos federal e estadual apresentaram diversos equipamentos de segurança pública para a competição e que ficarão como legado do Mundial para o Amazonas.

Entre os equipamentos estão embarcações, kits de armamento não letal, aparelho de raios X portátil, robô antibombas, roupa de proteção antibombas, detector de gases tóxicos e substâncias explosivas. Também foram entregues caminhões para serem utilizados como Centro Integrado de Comando e Controle Móvel. Os aparelhos já vêm sendo utilizados em eventos no estado.

Cerca de R$ 100 milhões estão sendo investidos pelo governo do Amazonas e pelo governo federal na capacitação de profissionais e na estrutura de segurança que ficará como um dos principais legados da Copa para a cidade de Manaus. O Centro Integrado de Comando e Controle Regional está em fase final de construção na zona centro-sul da cidade.

O ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, e o vice-governador do Amazonas, José Melo, conheceram de perto os equipamento em uma sala da Arena da Amazônia, pouco antes da partida entre Resende e Vasco, disputada no estádio e válida pela Copa do Brasil.

“O governo federal passou para o governo do estado equipamentos de primeira linha, no total de R$ 65 milhões para a área de segurança. Isso vai garantir um bom padrão de segurança na Copa do Mundo e, principalmente, os equipamentos ficam para a segurança pública do estado. Esses equipamentos vão permitir a ação integrada das forças de segurança pública com o que há de mais moderno. É um grande legado para todos os cidadãos deste estado", afirmou o ministro Cardozo.

“É um legado fundamental não só para a Copa, mas também para o dia a dia da nossa segurança publica”, disse José Melo. “O Centro de Comando e Controle que estamos construindo tem tecnologias embarcadas de última geração que permitem visualizar a cidade de Manaus como um todo e vai possibilitar que aqueles que integram o sistema de segurança possam fazer o seu trabalho com precisão”, explicou Melo, após apresentar ao ministro as carretas embarcadas que estão sendo usadas como Centro Integrado de Comando e Controle Móvel.

“O brasileiro é hospitaleiro e faremos uma grande Copa do Mundo. E, claro, se alguém tentar transgredir a lei, pouco importa se seja brasileiro ou estrangeiro, estaremos preparados para conter abusos e ilícitos. Para isso, temos a eficiência das nosas polícias, agora, bem equipadas para encarar o problema”, finalizou Cardozo.

Abelardo Mendes Jr - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+
Profissionais federais e distritais trabalharão juntos em evento que terá 19 chefes de Estado
+
Jogos na Arena da Amazônia foram vistos por mais de 240 milhões de pessoas
+