Governo prepara técnicos em prevenção de acidentes radiológicos para megaeventos

16/05/2013 - 11:47
Grupo de 52 servidores voluntários do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear, na unidade da Cnen em Belo Horizonte, concluiu qualificação nesta quarta-feira

Mais de 100 técnicos da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) estarão envolvidos na prevenção de acidentes radiológicos durante os grandes eventos que acontecerão no Brasil até 2016, como a Copa das Confederações, que começa em junho, e a Jornada Mundial da Juventude, marcada para julho. Como parte da preparação, um grupo de 52 servidores voluntários do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), unidade da Cnen em Belo Horizonte, concluiu nesta quarta-feira (15.05) o "curso preparatório em segurança radiológica e nuclear para atuação em grandes eventos", composto de 15 horas de aulas teóricas e práticas ministradas por especialistas do serviço de proteção radiológica do CDTN.

O grupo do CDTN atuou, no dia 24 de abril, no estádio Mineirão, na segurança radiológica e nuclear do jogo amistoso Brasil x Chile. O evento serviu como teste para os jogos da Copa das Confederações. A atividade faz parte das atribuições da Cnen, que desde os Jogos Pan-Americanos de 2007, em cooperação com demais órgãos públicos, vem realizando segurança radiológica de grandes eventos no Brasil. As próximas atuações serão na Arena Mineirão, em Belo Horizonte, nos jogos Taiti x Nigéria (17 de junho), Japão x México (22 de junho) e na semifinal entre o primeiro colocado do Grupo A contra o segundo do Grupo B (26 de junho).

Além dos estádios, os técnicos da Cnen também vão atuar em locais de grande concentração de pessoas nas cidades-sede, como aeroportos, centros de treinamento e de hospedagem de delegações, tendo como principal objetivo detectar a presença de materiais radioativos nestes espaços.

Fonte: Portal Planalto

Notícias Relacionadas

Centro Integrado de Comando e Controle regional realizou 1,1 monitoramentos diários e acompanhou 300 atividades essenciais durante os 31 dias do Mundial na capital mineira
+
Estimativa é que o volume recolhido aumente a renda de catadores em cerca de 100%. Legado de inclusão social e conscientização ambiental também é destacado
+
Durante o Mundial, a capital mineira recebeu 355 mil visitantes,que gastaram em média R$ 1,2 mil. A estimativa de retorno financeiro indireto é de R$ 1,6 bilhão
+
Objetos como tablet, celular e dinheiro estavam dentro da bolsa que foi enviada de volta para a Inglaterra
+