Holandeses agradecem carinho brasileiro e elogiam organização

12/07/2014 - 22:28
Melhor em campo na disputa de terceiro lugar, Robben ressaltou a receptividade com que a equipe foi acolhida pelo povo brasileiro

Getty Image#O holandês Arjen Robben: craque da partida, ele agradeceu a todo o povo brasileiro pelo carinho com que o time foi recebido no BrasilEleito craque da partida contra o Brasil e cotado por muitos como o melhor jogador da Copa de 2014, o atacante Robben fez questão de ressaltar, após receber seu troféu pela atuação em Brasília, o carinho que nutre pelo povo brasileiro. “Primeiro de tudo, gostaria de agradecer a todo o povo do Brasil pelo apoio. Foi uma honra para nós fazer parte desse torneio e muito obrigado a todo o povo brasileiro pelo carinho”, declarou o jogador. Dono de um preparo físico invejável, o atacante da Holanda não descartou a participação na Copa de 2018, na Rússia, e elogiou a qualidade do grupo de atletas. 

"Estamos a quatro anos, é um tempo longo. Temos que esperar e ver. Mas, enquanto eu estiver aproveitando o jogo, enquanto o corpo estiver funcionando bem, vou continuar jogando", disse. Especificamente sobre o triunfo sobre o Brasil, Robben avaliou que a equipe de Luiz Felipe Scolari teve dificuldades decorrentes da histórica derrota por 7 x 1 para a Alemanha nas semifinais. Com um gol marcado logo no comecinho, ficou mais fácil administrar a vantagem e ampliá-la.

"Foi difícil para eles, mentalmente, depois da derrota que tiveram contra a Alemanha. Desejo a eles todo o melhor no futuro", disse o atacante, que não se ofendeu com a saída dos atletas brasileiros de campo antes da entrega das medalhas dos terceiros colocados. "Eu entendo perfeitamente que estivessem decepcionados."

Organização

O técnico Louis Van Gaal ressaltou todo o calor humano dos brasileiros e a organização da Copa do Mundo do Brasil. Indagado com qual impressão ele voltaria para casa do Mundial, Van Gaal disse ter ficado impressionado com o caráter amigável do povo brasileiro.

“É impressionante como o povo foi gentil em todas as vezes que estive no Brasil e sempre que os jogadores foram as ruas as pessoas e o povo brasileiro foi muito gentil. Devo dizer que não tenho nenhuma crítica sobre a organização da Copa do Brasil e gostaria de agradecer ao governo, às pessoas e à FIFA por uma Copa muito bem organizada”, afirmou o treinador, que ressaltou a felicidade por ter conquistado o terceiro lugar e o fato de a Holanda voltar para casa invicta no Mundial do Brasil, após cinco vitórias e dois empates. A eliminação diante da Argentina, na semifinal, só veio na disputa de pênaltis. 

Os holandeses estão entre as delegações que melhor aproveitaram o clima da Copa do Mundo no Brasil. Hospedados no Rio de Janeiro, os jogadores foram à praia, visitaram pontos turísticos, trouxeram a família para acompanhar os atletas e fizeram visita a favela pacificada. Isso não impediu que, dentro de campo, apresentassem um futebol empolgante e saíssem do Mundial com o terceiro lugar, conquistado diante do Brasil com autoridade, por 3 x 0. 

Estádio Nacional Mané Garrincha - Brasil x Holanda - Jogo

Estádio Nacional Mané Garrincha - Brasil x Holanda - Jogo

Luiz Roberto Magalhães, do Portal da Copa em Brasília

Notícias Relacionadas

Presidenta Dilma Rousseff e ministros de Estado detalham resultados da preparação do país para Copa do Mundo
+
Para o técnico brasileiro, o gol sofrido no início da partida diante da Holanda complicou a partida
+
Público só perdeu a paciência com a equipe de Luiz Felipe Scolari após o terceiro gol holandês
+
Gols foram de Van Persie, Blind e Wijnaldum. Seleção anfitriã encerra o Mundial com a quarta colocação
+