Infraero investe em melhorias no aeroporto de Congonhas, em São Paulo

10/12/2013 - 16:19
Obras incluem iluminação, revitalização da cabeceira da pista e forro metálico do terminal

A Infraero está ampliando as melhorias no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Na semana passada, foi dado início à obra de troca do forro metálico no setor de check-in da ala norte. Ao todo, 2.200 m² de área receberão um forro de fibra mineral, que além de mais moderno proporciona maior luminosidade ao terminal.

As luminárias também serão trocadas e receberão lâmpadas de LED, que são mais duráveis e econômicas e ainda oferecem uma iluminação melhor do que as lâmpadas comuns. No final da obra, serão aplicados acabamentos em gesso nas laterais interna e externa do aeroporto. A obra, cujo investimento é de cerca de R$ 800 mil, deve ser entregue em 90 dias.

A Infraero também finalizou a revitalização da pintura do tapete xadrez das cabeceiras da pista do aeroporto, um dos ícones visuais do terminal. O trabalho, realizado pela gerência de manutenção do aeroporto, teve início no mês de outubro, restaurando a pintura em uma extensão de 1,1 mil m² na pista principal e 200 m² na pista auxiliar.

A execução da pintura, situada em uma área de talude (plano de terreno inclinado que limita um aterro, garantindo a estabilidade do mesmo) no início de cada cabeceira, requereu um planejamento especial. “Os serviços aconteceram com os trabalhadores presos a uma linha de vida – equipamento com cabos ancorados em suportes intermediários – na parte superior da cabeceira. Para garantir a segurança dos funcionários, o procedimento foi acompanhado de uma fiscalização rigorosa da segurança”, afirmou o coordenador de sistemas de operações de Congonhas, Eugênio Vicente Ferreira.

Os serviços foram realizados durante as madrugadas (período em que Congonhas não opera voos regulares), garantindo a normalidade dos pousos e decolagens nos dois meses de execução do serviço. “A revitalização dessa sinalização, além de cumprir os objetivos de boa operacionalidade no sistema de pistas, dá atenção a um símbolo visual do local e da própria cidade de São Paulo”, destacou a superintendente de Congonhas, Eliana Akemi Kogima.

Fonte: Infraero

Notícias Relacionadas

Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Equipamentos substituem luminosidade do sol, favorecendo a germinação da grama
+
Estádio da abertura da Copa já rendeu R$ 6,8 milhões aos cofres corintianos, enquanto em 11 partidas como mandante neste ano, fora de Itaquera, o clube arrecadou R$ 3,2 milhões
+
Principais emissores de turistas foram Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos
+