Integrantes do Brasil Voluntário atuam no primeiro dia de jogos em Recife

17/06/2013 - 11:59
Responsáveis por auxiliar os torcedores em diversos pontos da cidade e da Arena Pernambuco, voluntários do programa do governo federal demonstraram empolgação e vontade de ajudar

A vitória de 3 x 0 do Brasil em cima do Japão, na estreia na Copa das Confederações da FIFA, não serviu de ânimo apenas para os jogadores da Seleção Brasilia. Fora do campo e distante de Brasília, os voluntários de Recife exibiram toda a empolgação no primeiro dia de atuação, neste domingo (16.06)

“Depois que o Brasil ganhou, fiquei ainda mais animado”, brincou o aposentado Sebastião Cesar do Nascimento, 50 anos. A postos na entrada da movimentada Estação Central do metrô da capital pernambucana, o voluntário mal conseguia parar para contar mais sobre sua atuação. “Tem hora que vem muita gente de uma vez só, aí eu corro para perto da bilheteria para explicar que quem tem ingresso do jogo não precisa comprar, é de graça”, explicou.

Quem também teve um dia agitado na Estação Central foram os voluntários João Carlos da Silva, 29 anos, e Genival Luis da Silva, 67 anos. Os dois ficaram ao lado das catracas de acesso verificando os ingressos dos torcedores que iam para o jogo entre Espanha e Uruguai, na Arena Pernambuco, indicando a melhor fila.

“Estou achando o nosso serviço muito importante para o Brasil. Estou muito animado em ser voluntário e ver tanta gente aqui. Mas quero que venha ainda mais gente nos próximos dias, para eu poder ajudar ainda mais”, deseja o biomédico João Carlos, que disse receber um retorno positivo das pessoas. “Eles passam brincando comigo, é bem divertido”, contou.

Genival também destaca a contribuição dos voluntários com o país. “É uma colaboração que estamos dando a Pernambuco e ao Brasil. Que sirva de exemplo e que a Copa do Mundo de 2014 seja a melhor do mundo”, espera o aposentado, que atua como voluntário pela primeira vez e já sabe dar a receita: “É preciso ter paciência, disponibilidade e ação”, afirma, enquanto atende milhares de passageiros na estação.

Fotos: Ana Cládia Felizola/Brasil Voluntário#

Também não faltou ação para os voluntários que ficaram nos arredores da Arena Pernambuco, atendendo a animada torcida que chegava para o duelo de campeões mundiais e já fazia festa desde o metrô e os ônibus, mesmo com um deslocamento lento. “Está sendo muito legal ter experiência em um evento deste porte e poder ajudar as pessoas”, comemorou o estudante de turismo Saulo Falcão, 19 anos. Com megafone na mão, ele orientava os torcedores aos portões de acesso ao estádio, prestando esclarecimentos a todo momento. “O dia foi acima das minhas expectativas. Só de ajudar as pessoas já é um bem-estar enorme”, orgulhou-se.

De acordo com o voluntário Carlos Roosevelt, 35 anos, as principais dúvidas dos torcedores foi em relação à localização de portões e banheiros. Com luvas gigantes nas mãos, ele atendeu a todos com alegria. “Está sendo ótimo me sentir útil para as pessoas. Você acha que sua função é simples, mas muita gente precisa dessa informação simples”, analisou o bacharel em direito. A seu lado, a publicitária Gabriella Guimarães, 23 anos, ficava ainda mais animada à medida que os torcedores chegavam à arena. “A energia dos torcedores está ótima, principalmente dos uruguaios, que chegam cantando bastante”, disse.

Quem passou pelo estádio para assistir à partida aprovou a ajuda dos voluntários. “A presença deles facilita a nossa orientação para chegarmos aos portões. Sem eles, com certeza ficaria mais difícil”, acredita o professor Mário Zeyminson, 29 anos, que veio de Alagoas a Recife apenas para ver o jogo.

Assista a um vídeo com atuação de voluntários em Recife

» Leia mais sobre o Brasil Voluntário no site do programa

Fonte: Programa Brasil Voluntário

Notícias Relacionadas

Capital do Mato Grosso contou com a atuação de 357 voluntários, em locais como aeroporto, rodoviária, Arena Cultural, entorno da Arena Pantanal, FIFA Fan Fest e Centro Aberto de Mídia
+
Voluntários do governo federal aprovam experiência no Mundial; objetivo agora é aproveitar a vivência adquirida em novos projetos e na busca por oportunidades no mercado de trabalho
+
Certificação digital estará disponível na plataforma de agendamento; voluntários do governo federal serão comunicados por email
+
Tarifa é de R$ 2,15 e os usuários que desejarem experimentar o novo modal poderão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM)
+