Integrantes do Brasil Voluntário em Salvador se despedem da Copa das Confederações

30/06/2013 - 17:21
Voluntários auxiliaram nos arredores da Arena Fonte Nova e no aeroporto no dia do último dia da competição

Foto: Brasil Voluntário#A vitória da Itália sobre o Uruguai na disputa pelo terceiro lugar da Copa das Confederações da FIFA marcou a despedida de Salvador do torneio neste domingo (30.06). Os voluntários atuaram nas proximidades da Arena  Fonte Nova, que recebeu 42.382 torcedores, e  no aeroporto, onde milhares de pessoas passaram pelas áreas de embarque e desembarque.

Vagner Fiuza, 31 anos, atuou nos três jogos na Fonte Nova e faz um balanço positivo da experiência. “Este último dia de atuação foi muito tranquilo. O público de hoje estava menor que no jogo entre Brasil e Itália, mas ainda assim o dia foi mais movimentado que no jogo entre Uruguai e Nigéria”, compara. Fiuza observa que os espectadores chegaram mais informados à Arena neste domingo e a atuação ficou mais fácil. “Hoje os torcedores já tinham muitas informações e acho que muito se deve à nossa atuação nos jogos anteriores”, analisa.

O voluntário Philippe de Jesus Andrade, 19 anos, atuou durante todo o torneio no aeroporto. Ele estuda Ciências Aeronáuticas e diz que a experiência foi essencial para que ficasse um pouco mais próximo da aviação. “A atuação estava relacionada à minha profissão e foi muito bom atuar no aeroporto”, conta. Para ele,  o programa também trouxe crescimento pessoal. “Aprendi bastante sobre a importância do trabalho em equipe, como ajudar e compartilhar conhecimento. O voluntariado é uma experiência que muda a pessoa”, afirma.

Philippe conta que a experiência de auxiliar um grande evento como a Copa das Confederações da FIFA foi gratificante. “Hoje ou futuramente, quando eu me candidatar a uma vaga de emprego e mostrar que fui voluntário na Copa das Confederações, tenho certeza que esta experiência será um diferencial. Mas o mais importante foi ter ajudado as pessoas, não há satisfação melhor”, conclui.

Fonte: Brasil Voluntário

Notícias Relacionadas

Planejamento minucioso que foi feito para o Mundial deve servir de base para a gestão e operação dos aeroportos brasileiros, na opinião do ministro da Aviação Civil, Moreira Franco
+
Argentina, Chile e Uruguai são os países da região que enviaram mais visitantes ao país por avião
+
Foram registradas 5.185 demandas nos aeroportos e 75 nos estádios das 12 cidades-sede
+
Mais da metade dos viajantes do país (54,2%) optou por deslocamento aéreo durante a Copa
+