Investimentos em sinalização e qualificação preparam o setor de turismo para a Copa

06/11/2013 - 16:55
Ministério tem investimentos nas 12 sedes do evento e em cidades históricas

Com a proximidade da Copa do Mundo, o Ministério do Turismo se mobiliza para concluir obras de infraestrutura turística nas sedes e em cidades de grande procura por brasileiros e estrangeiros. No ano passado, o governo federal destinou R$ 38,5 milhões para que as cidades-sede da Copa do Mundo investissem em sinalização turística. Este ano, foram R$ 19 milhões para a implantação de placas indicativas nas cidades históricas. Mais de 30 destinos, em 17 estados, receberam ajuda financeira para adequar esses mecanismos de comunicação aos padrões internacionais.

Somente durante os 30 dias da Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014, o país deverá receber cerca de 600 mil turistas estrangeiros. Cerca de três milhões de brasileiros devem viajar dentro do Brasil durante o Mundial. “A economia turística cresce acima do PIB nacional e grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo, dão visibilidade e consolidam o país como um dos principais destinos turísticos do mundo”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

O MTur criou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec Turismo). Até o ano que vem serão ofertadas 240 mil vagas em 54 cursos profissionalizantes, integralmente presenciais, em atividades ligadas ao receptivo turístico. Os cursos gratuitos de qualificação profissional têm, no mínimo, 160 horas-aula.

A segunda fase de vendas de ingressos para a Copa está marcada para começar na próxima segunda-feira (11) e terminar no dia 28 de novembro. Na etapa, 228.959 bilhetes estarão à disposição e serão distribuídos por ordem de pedido. Depois, a venda recomeçará no dia 8 de dezembro, logo após o sorteio que define todos os confrontos da primeira fase do torneio.

Fonte: Ministério do Turismo

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Mais da metade dos viajantes do país (54,2%) optou por deslocamento aéreo durante a Copa
+
Levando-se em conta os 15 países que mais enviaram turistas para o Brasil, os sul-americanos somaram 364.092 estrangeiros, valor superior aos 332.228 visitantes europeus e norte-americanos
+
Levantamento realizado pelo Ministério do Turismo indica que os itens mais bem avaliados no país são a hospitalidade (98%) e a gastronomia (93%)
+