Irã joga “final de Copa” contra a eliminada Bósnia em Salvador

25/06/2014 - 00:05
Asiáticos precisam vencer e torcer pela Argentina para conseguir vaga inédita nas oitavas

Fotos: Getty Images#

Irã e Bósnia Herzegovina se enfrentam nesta quarta-feira (25.06), às 13h, na Arena Fonte Nova, em Salvador, na rodada decisiva do Grupo F da Copa do Mundo da FIFA 2014. Para os iranianos, a vitória ainda permite sonhar com a vaga inédita para as oitavas de final. Já para os bósnios, será a despedida melancólica do primeiro Mundial da história do país. Já eliminada, a seleção da Bósnia chegou ao Brasil com boas expectativas, mas derrotas para Argentina e Nigéria nas primeiras rodadas encerraram o sonho dos europeus.

A situação dos iranianos é oposta. Desacreditado, o time asiático chegou ao país sem qualquer expectativa de avançar de fase. Agora, no último jogo, depende de um resultado positivo contra os bósnios e de uma vitória da Argentina sobre os nigerianos para alcançar a segunda fase da competição pela primeira vez.

» Vai assistir ao jogo no estádio? Saiba quais objetos você não pode levar às arenas

No que depender do retrospecto, o Irã tem tudo para brigar pela vaga. Em cinco jogos, os iranianos têm quatro vitórias e um empate contra a Bósnia. Foram 16 gols a favor e apenas sete marcados pelos bósnios.

Mas para os iranianos não basta vencer. A equipe torce ainda por uma vitória da Argentina sobre a Nigéria, no Beira-Rio, em Porto Alegre. A combinação, por sinal, pode levar a uma situação inusitada. Em caso de vitórias de Irã e Argentina pelo mesmo placar, iranianos e nigerianos ficariam exatamente com a mesma campanha no Mundial. Iguais em todos os critérios de desempate, a vaga seria decidida por sorteio.

"Final" e despedida

As duas equipes estiveram na Arena Fonte Nova nesta terça-feira (24.06) para fazer o reconhecimento do gramado. Enquanto a Bósnia aproveitou para treinar no campo do jogo, o Irã traçou um planejamento diferente. Insatisfeito com o horário designado pela FIFA para a atividade, o técnico Carlos Queiroz levou o grupo para treinar mais cedo no Barradão, um dos Centros Oficiais de Treinamento de Salvador.

“Pelo sorteio, teríamos que treinar às 14h30. Acho que é muito prejudicial fazer um treino a menos de 24h para a partida. Isso perturba o ciclo biológico dos jogadores. Quem sabe daqui a alguns anos eles (organização) aprendam”, criticou o português, que levou sua equipe para treinar por volta de 12h no Barradão e voltou à Fonte Nova mais tarde para a entrevista coletiva.

Sobre o jogo, o treinador classificou o duelo contra os bósnios como uma final de Copa do Mundo para os iranianos. “Nosso objetivo era colocar o Irã no mapa da Copa do Mundo e fizemos isso, ganhamos esse respeito. Agora nosso sonho é a classificação. A maioria das pessoas acha que é irreal, mas é permitido sonhar, então deixem-nos sonhar. É nossa final de Copa do Mundo”, definiu Queiroz.

Mesmo eliminada, a Bósnia falou em se despedir com honra da Copa do Mundo. A frase foi repetida várias vezes pelo técnico Safet Susic durante a entrevista coletiva na Fonte Nova. Como o Irã precisa vencer a qualquer custo para passar para a próxima fase, o comandante disse que o jogo deve ser aberto, com as duas equipes indo ao ataque.

Susic afirmou ainda que esperava uma melhor sorte de sua equipe na Copa – aproveitou para reclamar da arbitragem contra a Nigéria, que anulou um gol legal de Dzeko –, mas ressaltou que o grupo atingiu um grande feito ao participar da competição.

“Conquistamos algo sem precedentes. Essa geração vai ficar na história por ter feito parte da Copa do Mundo pela primeira vez. Ainda temos uma partida e vamos tentar vencer um oponente que ainda tenta avançar. É importante dar adeus à Copa de uma maneira positiva”, declarou o comandante bósnio.

Foto: Manu Dias/GOVBA#Dicas de mobilidade

Como a partida entre Irã e Bósnia começa às 13h, a dica para o torcedor que vai à Arena Fonte Nova é chegar cedo aos arredores do estádio. Além disso, a prioridade deve ser o transporte público (ônibus e metrô) e alternativo, como as bicicletas.

Com o fim do feriado de São João, a expectativa é de que muitos moradores retornem à cidade de carro, o que pode gerar complicações no trânsito. “O jogo coincide com a chegada da população, então teremos vias interditadas. Vai haver mensagens avisando das interdições, mas instruímos as pessoas a voltar em horários alternativos”, disse Fabrizzio Muller, da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador).

» Confira todas as dicas sobre o esquema de mobilidade para os dias de jogos em Salvador

Os ônibus sairão dos mesmos pontos já utilizados nas outras três partidas realizadas na Arena Fonte Nova. O metrô também voltará a funcionar com o sistema de cadastro, que pode ser realizado no piso L2 do Shopping Bela Vista. Somente torcedores com ingresso poderão embarcar nos trens, que sairão de 10 em 10 minutos.

Projeto Gol Verde

Com 17 gols marcados em três jogos, a expectativa é grande para saber se o duelo entre Irã e Bósnia vai manter a escrita da Arena Fonte Nova. Além do espetáculo para os torcedores, cada gol marcado no estádio baiano tem um significado especial graças ao projeto Gol Verde.

A ação prevê o plantio de 1.111 mudas de espécies da Mata Atlântica a cada vez que a bola balança as redes na Fonte Nova. Com o grande desempenho de Holanda, Alemanha e França no estádio, 18.887 mudas já estão garantidas. Além disso, Ney Campello, secretário para Assuntos da Copa do governo da Bahia prometeu plantar mais 1.111 pelo gol anulado de Benzema no jogo entre França e Suíça.

» Conheça o projeto Gol Verde

Nesta terça, no entanto, a tarefa parece mais complicada. Em dois jogos, o Irã ainda não conseguiu marcar nenhum gol na Copa do Mundo, enquanto a Bósnia só tem um gol a favor no campeonato.

Mais dois jogos

A Fonte Nova se despede da primeira fase da Copa nesta terça-feira, mas o estádio ainda será palco de mais duas partidas decisivas no Mundial. Em 1º de julho, o 1º colocado do Grupo H enfrenta o 2º do Grupo G pelas oitavas de final, às 17h. Já em 5 de julho, também às 17h, a arena de Salvador encerra sua participação na Copa com um duelo válido pelas quartas de final.

Foto: Getty Images#

Vagner Vargas – Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a ocupação hoteleira na cidade bateu recordes, chegando a 72,26% no período do Mundial
+
Tour 100% apresenta os bastidores do equipamento multiuso aos visitantes
+
Produto deve ser remodelado e seguir atendendo a turistas e baianos
+
Portões da estrutura abrem às 13h no sábado (12.07) e no domingo (13.07)
+