Jogadores brasileiros tentam explicar a catástrofe em campo

09/07/2014 - 00:54
Ainda atordoados pela goleada contundente diante da Alemanha na semifinal da Copa, atletas comentaram a pane que tirou a equipe da decisão

Uma catástrofe que se desenhou em 29 minutos no primeiro tempo de uma semifinal de Copa do Mundo. Ali o placar já apontava 5 x 0. O jogo terminaria 7 x 1. A derrota mais incrível da história da Seleção Brasileira. A semifinal mais desigual da história das Copas do Mundo. A segunda grande decepção da Seleção Brasileira num Mundial organizado em casa. Em 1950, amargamos uma derrota na final, de virada, por 2 x 1 para o Uruguai. Mas o massacre em campo diante dos alemães, neste 8 de julho, no Mineirão, dificilmente será esquecido nas próximas três ou quatro gerações. Cientes disso ou não, os jogadores da Seleção Brasileira, visivelmente consternados depois do jogo, tentavam dar explicações para o episódio.  

“É difícil arrumar alguma explicação. Ninguém esperava que acontecesse aquilo naquele período, em que tomamos quatro gols em seis minutos. Tudo deu certo para eles e tudo errado para nós”, afirmou Willian. “Ainda estamos todos tentando entender. Mas acho que é isso: o futebol, muitas vezes, tem coisas que não permitem explicação.”

"Nós fizemos o pior jogo de nossas vidas e a Alemanha fez o melhor", afirmou o zagueiro David Luiz. “Derrota é sempre derrota, mas desta forma ela dói mais”, acrescentou o defensor, entre lágrimas. “É muito duro o fato de tudo ter acontecido num curto espaço de tempo e de, depois, termos que conseguir lutar até o fim, sabendo que era impossível. Eu pensava: se isso aqui é um sonho, quero que ele acabe agora”, disse, em referência ao fato de que quatro gols da Alemanha terem sido marcados entre os 20 e os 29 minutos do primeiro tempo.

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Fotos disponíveis para download

Logo após o apito final, o goleiro Julio Cesar ainda tentava processar as informações. "Eu peço desculpas ao povo brasileiro. Até agora vínhamos bem, fortes. Foi muito inesperado. Muito triste. Agora vamos precisar voltar para casa e buscar o conforto com nossos familiares", disse o goleiro, que afirmou que encerrará a carreira na Seleção em Copas do Mundo na disputa de terceiro e quarto, sábado, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.  

O atacante Fred, muito criticado pelos torcedores no Mineirão, definiu o episódio como a pior derrota de nossas carreiras. "É um momento de grande tristeza e desapontamento. Certamente ficaremos marcados pelo resto de nossas carreiras por esse jogo. Nós vamos ter de seguir em frente e nos apoiar em pessoas que possam nos ajudar nesse momento de dificuldades que teremos", disse. 

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Jogo

Semifinal - Brasil x Alemanha - Mineirão - Jogo

Portal da Copa

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Brasil enfrentará a Colômbia em 5 de setembro e o Equador no dia 9. Os jogos serão nos Estados Unidos
+
Cidade hospedou campeões mundiais durante a Copa do Mundo e recebeu legados como Centro de Treinamento e promoção da imagem local
+
Taffarel será o preparador de goleiros, enquanto Mauro Silva ocupará o cargo de assistente técnico, criado para ser rotativo. Andrey Lopes será o auxiliar
+