Juventude e experiência entre os voluntários facilitam a vida de torcedores em Manaus

18/06/2014 - 12:57
Integrantes do programa Brasil Voluntário e da FIFA dão suporte a turistas e profissionais de imprensa

O primeiro teste para os voluntários que atuam em Manaus já foi, de cara, o mais complexo. Eles atuaram no último sábado (14.06) em um dos jogos mais importantes da primeira fase da Copa, entre Inglaterra e Itália. E não desapontaram. Todos os processos de mobilidade, acesso ao estádio e atendimento à imprensa foram cuidadosamente acompanhados.

As quatro línguas que fala influenciaram a indicação de Martha Cabrejos para o Centro Aberto de Mídia, onde estão sendo recebidos jornalistas de várias nacionalidades que não têm credenciamento para o megaevento. Aos 80 anos, ela esbanja vitalidade. Boliviana de La Paz, ela vive em Manaus há 30 anos e logo que soube das inscrições para o Brasil Voluntário não hesitou. “Me sinto mais jovem e útil para jornalistas que precisam de qualquer coisa aqui no Centro Aberto de Mídia”, disse Martha.

O Brasil Voluntário é o programa do governo federal de estímulo ao voluntariado. Durante o processo de seleção, cada integrante participou de uma série de módulos de estudo para ganhar a qualificação necessária para atuar em pontos de grande concentração de turistas nas 12 sedes, como aeroportos, rodoviárias e regiões de acesso ao estádio.

Rossicleide Virgulino também participou de todos os módulos do Brasil Voluntário em Manaus. Aos 43 anos, trouxe para o programa a experiência como instrutora de trânsito. Paciência e espírito didático são as maiores virtudes. “Trabalhar com gente jovem é muito bom. Somado a isso tem a experiência neste evento que para mim vai ser inesquecível”, diz Rossicleide.

Vitória Raquel tem 18 anos e está entre as mais jovens do programa Brasil Voluntário em Manaus. Ela foi deslocada para atuar no Aeroporto Eduardo Gomes, na recepção a turistas e jornalistas. “Não saberíamos dizer quando novamente teremos um evento tão importante aqui”, afirma Vitória, que tem a amiga Ana Beatriz Costa, também de 18 anos, trabalhando bem pertinho. “Nós temos a hospitalidade como característica. Agora estamos colocando em prática”, disse Ana.

Fotos: Agnaldo Oliveira Júnior/Portal da Copa#Vitória, Rossicleide e Ana integram o Brasil Voluntário: hospitalidade como diferencial em áreas de grande circulação. Pedro ajuda no controle de entrada e saída de veículos nos estacionamentos oficiais da Arena da Amazônia. Ele atua pelo programa de voluntariado da FIFA

Nos estádios

Antes mesmo de chegar ao Centro de Mídia do Estádio, Pedro Seffair Neto, de 51 anos, enfrentrava o forte calor de mais de 35 graus centígrados para organizar a entrada e a saída de veículos nos estacionamentos oficiais da Arena da Amazônia, como voluntário da FIFA. “Estou muito feliz com a experiência. Não importa a missão, eu vou fazer sempre com muito prazer, afirma Pedro. Os voluntários da FIFA atuam basicamente nos serviços ligados à operacionalização do megaevento esportivo.

Eduarda Pavão, de 19 anos, deixou a faculdade em Stetson, na Flórida, para passar maio e junho em Manaus. A paulista é apaixonada por esportes e joga futebol pelo time da faculdade americana. “Estou sempre disposta a ajudar quem precisa. Aqui no centro de mídia algumas questões precisam do apoio bilíngue, tanto na enorme redação montada quanto nas coletivas de imprensa”, disse Eduarda. Pelo menos 500 voluntários dividem tarefas nas diversas áreas de atuação. Na área externa do estádio, Ana Luísa Hernandes dava informações importantes sobre o deslocamento na arena e como chegar a banheiros e lugares na arquibancada, em inglês e espanhol. “Quando soube da possibilidade corri para agarrar. Estou amando. Vai acrescentar muito ao meu currículo, com certeza, disse Ana.

Agnaldo Oliveira Júnior, do Portal da Copa em Manaus

Notícias Relacionadas

Estruturas como o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, usado no Mundial, foram empregadas na competição de vela que está sendo realizada no Rio de Janeiro
+
Terminais que tiveram obras entregues foram os melhores avaliados em levantamento realizado entre abril e junho
+
Ações do Mundial foram apresentadas a gestores públicos em encontro no Palácio do Planalto. Pronatec Turismo registrou mais de 166 mil matriculados até o início do torneio
+