Maracanã já recebeu 90 jogos e público de 2,3 milhões desde reinauguração

23/05/2014 - 19:35
Boa parte das estruturas temporárias previstas para o Mundial já estão instaladas

A FIFA assumiu a gestão do maior templo do futebol nesta sexta-feira (23.05). Palco da final da Copa do Mundo que começa em 20 dias, o Maracanã não receberá mais jogos do Campeonato Brasileiro ou outros eventos que não estejam relacionados ao Mundial até após a decisão do torneio. A última partida no local ocorreu na quarta-feira (21.05), na vitória de 5 a 2 do Fluminense sobre o São Paulo pela Série A.

Boa parte das estruturas temporárias previstas para o Mundial já estão instaladas e faltam apenas pequenos ajustes para o Maracanã ficar totalmente pronto para a Copa. Depois que passou por uma reforma de dois anos e oito meses, o estádio já recebeu 90 partidas de futebol e 2,3 milhões de pessoas por diversos campeonatos diferentes, desde 2 de junho do ano passado, quando foi reaberto com o empate entre Brasil e Inglaterra por 2 a 2.

Segundo o consórcio que administra o estádio, 40 clubes já passaram pelo gramado do Maracanã e 261 gols foram marcados durante a nova fase da arena. Há outros dados curiosos. Só de setembro a abril, foram comercializados 210.717 cachorros-quentes, 86.752 biscoitos de polvilho, 402.068 copos d’água de 300 ml e 655.886 latinhas de refrigerantes nas dependências da arena.

Na Copa das Confederações do ano passado, o Maracanã foi o palco da final que terminou com a vitória da Seleção Brasileira por 3 x 0 sobre a Espanha. Trata-se do estádio mais testado para a Copa, segundo o Comitê Organizador Local (COL). “Este estádio é especial, único. É muito bom vê-lo modernizado e operativo”, afirmou o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke em uma de suas inúmeras visitas ao local.

Portal da Copa#

Características

Além da decisão, o Maracanã receberá outros seis jogos da Copa do Mundo. Da estrutura antiga ficou apenas a fachada, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Com uma área construída de 124 mil metros quadrados (antes eram 112 mil metros quadrados), as reformas tiveram como prioridade garantir conforto e segurança para os 78.838 espectadores. O investimento total no projeto foi de R$ 1,05 bilhão, sendo R$ 400 milhões de financiamento federal via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O estádio é servido por uma estação de metrô (com linhas que passam pelo centro, zona sul e zona norte) e trens (zona oeste) com integração com a nova linha de BRT, a Transcarioca, que a partir do dia 1º de junho vai ligar o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) à Barra da Tijuca.

Em maio, o estádio também passou a contar com um moderno sistema de geração e utilização de energia renovável. Uma estrutura metálica de 183 toneladas sobre o anel de compressão da cobertura capta a energia solar e pode gerar 500 MWh por ano, o equivalente ao consumo anual de 240 residências. A energia vai ajudar o Maracanã a deixar de emitir 2,5 mil toneladas de gás carbônico anuais na atmosfera.

» Conheça todos os detalhes do Maracanã

Giuliander Carpes, do Portal da Copa no Rio de Janeiro

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+