Ministério da Saúde e Fifa levam orientação de saúde para escolas das 12 sedes

10/02/2014 - 11:59
Iniciativa tem como objetivo trabalhar mensagens de promoção da saúde em escolas públicas nas cidades do Mundial, utilizando como padrinhos ícones do futebol

Tem início nesta segunda-feira (10.02) um curso para capacitar 242 professores da rede pública de ensino de todas as sedes da Copa do Mundo de Futebol. Eles irão trabalhar 11 temas relacionados à saúde com crianças e adolescentes, entre 11 e 12 anos de idade. O projeto é coordenado pela FIFA, em parceria com os ministérios da Saúde, do Esporte, da Educação e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A ação será desenvolvida nas escolas utilizando fundamentos do futebol, como driblar, passar a bola, defender e chutar em concordância com 11 mensagens – respeite meninas e mulheres, controle seu peso, lave suas mãos, vacine-se, entre outras.

O treinamento segue até a próxima sexta-feira (14.02) e acontece em Brasília – onde também serão recebidos professores de Manaus (AM), Cuiabá (MT) e Belo Horizonte (MG). Natal (RN), por sua vez, contará com a participação de profissionais de Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Recife (PE). Já São Paulo (SP) abrigará professores do Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS). O curso será ministrado por profissionais da FIFA e de Curitiba, onde foi realizado projeto-piloto nas escolas no ano passado. Técnicos do Ministério da Saúde e das secretarias de Saúde das cidades-sedes também acompanharão o curso. Em seguida, os professores estarão habilitados para retornar as suas escolas e trabalhar as mensagens com os alunos. São 11 escolas em cada cidade, sendo dois professores por escola, indicados pelas secretarias de educação e MEC.

Os temas foram definidos pela FIFA, juntamente com representantes do governo brasileiro. Nomes de referência do futebol mundial, como Marta, Neymar, Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Didier Drogba gravaram vídeos de divulgação das mensagens que serão trabalhadas nas escolas.

A diretora de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, ressalta que essa parceria é fundamental para reforçar temas prioritários de saúde nas escolas das cidades que abrigarão o mundial esportivo. “O Projeto está articulado com todas as iniciativas do Ministério da Saúde no que diz respeito aos investimentos em promoção da atividade física, alimentação saudável, prevenção do tabaco e do álcool. Isso permitirá que o governo federal tenha um potencial grande de disseminar as ações de prevenção para o País inteiro, bem como em todas as escolas”, avaliou.

Didática e vivência

O programa 11 pela Saúde teve início na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, e consiste em utilizar 11 temas escolhidos para realizar ações no ambiente escolar. Cada tema tem um ícone do futebol como padrinho. Os assuntos são trabalhados de maneira didática e ligando aos temas que tem relação com a saúde no País que recebe a iniciativa.

As aulas ocorrem no contra turno escolar durante 11 semanas, sendo divididas em dois momentos: Jogue futebol e Jogue limpo. Uma vez por semana, durante 45 minutos de treinamento, serão testadas habilidades técnicas do futebol que inspiraram os fundamentos. Após essa introdução, os alunos são convidados a vivenciar o tema utilizando-o para o entendimento da mensagem em destaque.

Um representante da FIFA será responsável por visitar as escolas e acompanhar as aulas. A entidade também irá ceder todos os equipamentos necessários às aulas para as escolas, como bolas, coletes, cones, apitos, pôsteres, cronômetros e planilha para acompanhamento de frequência.

Mensagens

JOGUE FUTEBOL

JOGUE LIMPO

Aquecer

Jogue futebol

Passar a bola

Respeite meninas e mulheres

Cabecear

Proteja-se contra o HIV e DSTs

Driblar

Não use drogas, álcool e tabaco

Controlar a bola

Controle seu peso

Defender

Lave suas mãos

Dominar a bola

Beba água tratada

Entrar em forma

Siga uma dieta balanceada

Chutar

Vacine-se

Impedir os gols

Tome os remédios prescritos

Trabalhar em equipe

Jogue Limpo

Fonte: Ministério da Saúde

Notícias Relacionadas

As duas equipes se enfrentarão em Singapura. Este será o quarto jogo do Brasil neste segundo semestre
+
Mais de dois mil itens, entre televisores, computadores e telefones celulares, serão entregues a 64 escolas das doze sedes, além de 26 organizações não-governamentais
+
No período do Mundial, a capital federal recebeu 633 mil visitantes, sendo 488.903 brasileiros e 143.743 estrangeiros. Números superaram as estimativas iniciais
+