Ministro do Esporte destaca, no Senado, geração de empregos com Copa e Olimpíada

09/04/2013 - 14:17
Aldo Rebelo participou de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte

Foto: Antonio Cruz/ABr#A Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 não são apenas as duas maiores competições esportivas do planeta, mas grandes oportunidades para o Brasil crescer. A afirmação é do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que participou de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, na manhã desta terça-feira.

Segundo ele, estudos de consultorias independentes projetam que, juntas, as competições podem gerar 3,6 milhões de empregos, “mais de que um Uruguai em novos postos de trabalho”, comparou o ministro, que aproveitou o evento para apresentar projetos da pasta para 2013.

Rebelo ressaltou, ainda, os investimentos que vem sendo realizados em aeroportos, mobilidade urbana, na infraestrutura turística e na qualificação dos serviços de segurança. O ministro lembrou que três estádios da Copa do Mundo de 2014 já foram entregues (Fortaleza, Salvador e Belo Horizonte) e que os outros três que farão parte da Copa das Confederações têm entrega marcada para este mês de abril: Recife, Brasília e Rio de Janeiro. As outras seis arenas estão com a entrega prevista para até dezembro de 2013.

Fonte: Agência Senado

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+
Diretora da Unaids no Brasil se encontrou nesta terça com o ministro do Esporte, que assinou a bola que simboliza a iniciativa. Um exemplar com as rubricas da presidenta Dilma e de outros chefes de Estado será levado para a Assembleia Geral da ONU
+