Aldo Rebelo destaca organização do Mundial e Valcke diz que a "Copa está na rota do sucesso"

27/06/2014 - 13:39
Ministro do Esporte, secretário-geral da FIFA e o CEO do Comitê Organizador Local, Ricardo Trade, apresentaram números e fizeram uma avaliação do torneio após o término da primeira fase

Após o fim da primeira fase da Copa do Mundo, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, e o CEO do Comitê Organizador Local (COL), Ricardo Trade, fizeram um balanço da organização do torneio até o momento. Durante a coletiva de imprensa nesta sexta-feira (27.06), no Maracanã, no Rio de Janeiro, o dirigente da entidade máxima do futebol elogiou a organização do evento.

» Presidenta Dilma entregará a taça ao campeão da Copa do Mundo 2014

“O Brasil está na rota do sucesso na organização da Copa do Mundo e parece que vai ser uma Copa fantástica, a Copa das Copas”, disse Valcke, que também mostrou sua satisfação quanto ao nível mostrado dentro de campo pelas 32 equipes do torneio, o que reflete na audiência de TV em vários países. “Essa Copa, sem dúvida, será uma das melhores dentro de campo. Quebraremos alguns recordes nos próximos dias. A audiência do Mundial é fantástica e, especialmente, nos Estados Unidos”.

Até o momento, 3,09 milhões de ingressos para as partidas do Mundial foram vendidos, quase três milhões de pessoas compareceram às Fan Fests e a média de público nas arenas ultrapassa 51 mil pessoas por jogo. Para que todo esse fluxo de pessoas funcione e o espetáculo em campo esteja garantido, o Governo Federal e as 12 cidades-sede realizaram 185 reuniões para ajustes dos planos operacionais.

“O esforço promovido pelo governo nas suas três esferas tem sido, até agora, bem sucedido para promover a Copa. Asseguramos o funcionamento da estrutura essencial para o evento, os aeroportos têm correspondido às exigências, a área de segurança pública tem enfrentado o desafio de proteger a todos sem qualquer incidente mais grave, o setor de hospedagem tem se comportado à altura do que esperávamos, assim como a mobilidade urbana tem correspondido ao esforço realizado para garantir o tráfego nas metrópoles, principalmente no dia de jogos. Podemos dizer que a Copa transcorre num ambiente de normalidade, com grande êxito dentro e fora de campo”, detalhou Aldo Rebelo.

O ministro ressaltou ainda os benefícios econômicos e de imagem que a Copa do Mundo tem gerado para o país, como a criação de um milhão de vagas de emprego e os 365 milhões de dólares que os turistas estrangeiros deixaram no mercado nacional.

Paulino Menezes/Portal da Copa/ME#

Clima de Copa

A festa nos estádios e a receptividade dos brasileiros em relação aos turistas estrangeiros também fazem do Mundial no Brasil um evento único, segundo Aldo Rebelo. “Do mesmo nível do destaque da beleza plástica do futebol exibido, o carinho com que o torcedor brasileiro recebeu os torcedores é outro ponto de destaque. O ambiente de confraternização, como os índios Pataxós recebendo os alemães, mesmo os manauaras, algumas vezes incompreendidos por alguns jornalistas ingleses, receberam muito bem a Inglaterra, a população do Guarujá em relação aos bónios. Então, o povo brasileiro ajudou com sua forma carinhosa de receber as pessoas a fazer essa festa universal e o governo fez seu papel para que a Copa tivesse todo o brilho que se esperava dela”.

Parte da festa pode ser traduzida em alguns números apresentados pelo COL, como a presença dos 85 mil torcedores nos treinos abertos das seleções, o credenciamento de 156 mil profissionais, além de 14 mil voluntários e 20 mil seguranças privados.

Leia também:

» Com média de 2,83 gols por partida e 51 mil torcedores por jogo, Copa chega às oitavas

» Quase três milhões de pessoas já compareceram às Fan Fests nas 12 sedes da Copa

Gabriel Fialho - Portal da Copa

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+