Ministro do Esporte lamenta mortes de Gylmar e De Sordi

25/08/2013 - 20:42
Aldo Rebelo ressaltou a carreira gloriosa do goleiro e do lateral-direito

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, divulgou no início da noite deste domingo (25.08) uma nota de pesar em função das mortes do ex-goleiro Gylmar e do ex-lateral De Sordi. Confira a íntegra:

O futebol brasileiro está de luto neste fim de semana. Perdemos em dois dias o lateral-direito De Sordi, campeão mundial em 1958, e o goleiro Gylmar, bicampeão nas Copas do Mundo de 1958 e 1962.

Gylmar dos Santos Neves, que no último dia 22 havia completado 83 anos, brilhou no Corinthians, no Santos e na Seleção. Defendendo as cores do alvinegro praiano, foi também bicampeão mundial de clubes. É o maior goleiro da história do futebol brasileiro.

Nilton de Sordi nos deixou aos 82 anos. Revelado pelo XV de Piracicaba, foi ídolo do São Paulo, clube pelo qual disputou mais de 500 jogos. Titular durante quase toda a Copa da Suécia, só não jogou a final, por motivo de contusão. Foi substituído por outro craque, Djalma Santos, que infelizmente também faleceu recentemente, no último dia 23 de julho, aos 84 anos.

Em nome do Ministério do Esporte, expresso minha tristeza e meus sentimentos aos familiares, aos amigos e aos colegas de Gylmar e De Sordi.

Aldo Rebelo
Ministro do Esporte
 

Leia também:

» Futebol brasileiro está de luto pelo falecimento dos campeões mundiais Gylmar e De Sordi, afirma Dilma Rousseff

» Morre o ex-goleiro Gylmar, titular da Seleção nos títulos de 1958 e 1962

» Campeão mundial em 1958, lateral De Sordi morre aos 82 anos

Fonte: Ministério do Esporte

Notícias Relacionadas

Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+
Os legados esportivos, econômicos, de infraestrutura, de imagem e promoção do Brasil, dentre outros, serão abordados nos dois dias de palestras
+