Ministro do Esporte renova convite a presidente da FIFA para visitar 12 cidades-sede

31/05/2013 - 10:52
Aldo Rebelo e Joseph Blatter conversaram durante abertura do 63º Congresso da entidade máxima do futebol, que está sendo realizado nas Ilhas Maurício

Paulo Rossi/ ME#Um pequeno país africano situado no Oceano Índico sediou, na noite desta quinta-feira (30.05), a cerimônia de abertura do 63º Congresso da FIFA. O ministro do Esporte do Brasil, Aldo Rebelo, participou do evento nas Ilhas Maurício, costa leste da África, como convidado do presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter.

Pouco antes da cerimônia, Aldo Rebelo conversou com Blatter e renovou o convite para visitarem juntos as 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Em seu discurso, o presidente da FIFA destacou a presença do ministro brasileiro e os preparativos para a Copa das Confederações 2013 e o Mundial do ano que vem.

A festa de abertura do congresso foi realizada no Centro Internacional de Convenções Swami Vivekananda, em Port Louis, capital das Ilhas Maurício, e contou com a apresentação da cantora local Linzy Bacbotte, que compôs uma canção especialmente para a ocasião, destacando a tolerância e a universalidade. Descoberto pelos portugueses e colonizado por Holanda, França e Inglaterra, o país africano tem uma rica diversidade cultural, com uma população de origem predominantemente indiana.

O espetáculo de abertura teve como tema os quatro elementos: terra, ar, água e fogo. Números musicais e coreografias da cultura local, além de apresentações ao estilo Cirque du Soleil, marcaram a festa. Um dos pontos altos foi a participação de 450 crianças das Ilhas Maurício, que subiram ao palco conduzindo as bandeiras dos 209 países filiados à FIFA.

As discussões de temas e as votações que serão feitas pelos delegados dos 209 países estão marcadas para esta sexta-feira (31.05). Em pauta, a ampliação do colégio eleitoral para a escolha das sedes das Copas, o combate ao racismo e a participação feminina no Comitê Executivo da entidade. “Vamos não apenas tomar decisões importantes para o futuro do FIFA, mas também socializar e mostrar os valores e a paixão que todos temos pelo esporte mais popular do planeta”, afirmou Blatter.

O primeiro-ministro mauriciano, Navin Ramgoolam, ressaltou o papel desempenhado por seu país: “Nestes dois dias, as Ilhas Maurício estão no centro das discussões do futebol. Assuntos importantes como o combate ao racismo, à violência nos estádios e à manipulação de resultados serão discutidos aqui. Espero que possamos levar o barco da FIFA para águas claras e transparentes."

Fonte: Ministério do Esporte

Notícias Relacionadas

Mundial de futebol quebrou recordes históricos e se tornou o evento mais comentado do ano nas redes sociais em todo o mundo
+
Secretário executivo do Ministério do Esporte afirma que o aprendizado adquirido com o Mundial dará melhores condições para o Brasil enfrentar os desafios da preparação do maior evento esportivo do planeta
+
Evento “Copa 2014: legados para o Brasil” mostra resultados econômicos, culturais e de infraestrutura
+