Ministros comentam avanços e desafios

12/09/2011 - 23:39
Titulares de várias pastas envolvidas diretamente com os preparativos para a Copa relatam o que vem sendo feito para que o país sedie o evento com excelência

O Portal da Copa conversou com ministros que integram o Grupo Executivo da Copa do Mundo de 2014 para trazer ao público expectativas, avaliações, prioridades e tarefas dos responsáveis pela organização do evento no Brasil. Cada pasta, de acordo com o tema pelo qual é responsável, elabora estratégias, acompanha o andamento de ações e cobra de estados e municípios resultados na gestão e execução dos projetos. Assim, o Ministério do Planejamento, por exemplo, monitora obras em portos, aeroportos e todas as outras que estão a cargo de estados e municípios. A ministra Miriam Belchior ressalta que o Governo Federal tomou as medidas necessárias para garantir infraestrutura e serviços de qualidade, não só para a Copa, mas como legado para o país.

Titular da Fazenda, Guido Mantega avalia que os investimentos em infraestrutura e serviços vão estimular o setor produtivo e a geração de emprego. A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, por sua vez, considera que o Mundial será uma oportunidade para mostrar como o país está organizado e capacitado para receber megaeventos. Já o ministro do esporte, Orlando Silva, destaca a reformulação dos marcos legais, como isenção de tributos à FIFA e a Lei Geral da Copa, como passos importantes para a consolidação do Mundial. O evento, na opinião do ministro, trará reflexos na ampliação da rede hoteleira e na modernização das arenas, sustentáveis e com padrão internacional.

 

Confira os depoimentos

 

Notícias Relacionadas

Média de torcedores nas arenas também ficou no segundo posto. Saiba outros recordes da competição
+
Presidenta e ministros detalharam como investimentos em turismo, segurança, telecomunicações, mobilidade, aeroportos e saúde funcionaram durante o Mundial
+
Dilma Rousseff ainda convidou os turistas para que retornem para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro
+
Apaixonados por Mundiais de futebol, eles já acompanharam outras Copas e relatam como cuidam da logística e desfrutam, a cada quatro anos, do torneio que mobiliza o planeta
+